You are currently browsing the tag archive for the ‘Blumenau’ tag.

Gaspar põe Blumenau de joelhos.

Blumenau se curva diante de Gaspar.

Lairto Leite, do Seterb, deu uma entrevista assustadora hoje ao Alexandre José na RIC.

Ele disse que ainda não há consenso sobre o uso de ar condicionado nos ônibus de Blumenau porque as janelas teriam que ficar vedadas e isso no inverno seria problema por causa da gripe.

Disse que ar condicionado em ônibus eleva o custo em R$ 80 mil e isso teria que ser repassado aos usuários.

Mas o mais terrível que ele disse é que Blumenau não tem capacidade de testar um ônibus assim e depende da Verde Vale para os testes.

A Verde Vale anunciou a compra de três ônibus com ar condicionado,
recebeu um só, que não foi ainda pintado e aguarda a documentação.
Desse jeito, capaz de acabar o verão e o teste ainda não foi feito.

Mas por que Blumenau se ajoelha diante de Gaspar?

Porque, pelo visto, não existe ônibus com ar condicionado em nenhum lugar do mundo pros técnicos do Seterb irem ver, nem falar com fabricantes.

Não tem como eles saberem se funciona, como faz no inverno, se pega doença, etc.

Por isso dependemos da empresa de Gaspar.

Gaspar, um exemplo para o Brasil; bússola de Blumenau.

  • Moacir Pereira diz que JPK poderá ser secretário da Saúde ou Defesa Civil.
  • Blumenau ganha de qualquer jeito.
  • Na Defesa Civil ele pode ajudar vigiando a régua da ponte.
  • Na Saúde, ele pode dar plantão no AG do Garcia.
  • Adolescentes que começam na política, mesmo de mentirinha, já são submetidos ao fedor fétido característico da atividade.
  • A última eleição para presidente da Câmara Mirim de Blumenau foi anulada na surdina. O presidente eleito e empossado foi deseleito e desempossado longe dos holofotes da TVL e sem conhecimento da imprensa.
  • Não sei os detalhes da treta, mas a coisa toda envolve o PT.
  • Desde junho de 2013 o cargo de coordenação da Câmara Mirim era ocupado pela petista Kika Morcelli, indicada pelo Jefferson Forest.
  • O cargo de coordenador é comissionado, indicado por partidos, e dá direito a um salarinho de R$ 5.809,16.
  • Na eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Mirim, em julho, Kika foi envolvida numa lambança que resultou na anulação da eleição.
  • Ela foi acusada de influenciar no resultado para beneficiar estudantes simpáticos ao PT.
  • Vários pais protestaram e houve até ameaça de um mandado de segurança pra garantir a posse do eleito.
  • Depois de uma intervenção externa dos vereadores grandões, aqueles de verdade, a tal eleição ficou mesmo anulada e uma adolescente foi empossada.
  • Como reflexo do furdunço, Kika foi exonerada pelo Vanderleizão no dia 22/07.
  • Mas Jeffersão não ficou no vácuo.
  • No dia 05 de agosto, Vanderleizão nomeou para o cargo um dos assessores do Forest, o Cristiano Montagna, que era funcionário do gabinete dele.
  • Ou seja: independentemente da treta devidamente abafada, o PT continua mandando na bagaça.
  • Quanto aos vereadores mirins, o que eu posso dizer é: bem-vindos a bordo. O que vocês viram é só uma amostra grátis do que acontece de verdade pelos pestilentos escaninhos da atividade político-partidária.
  • E quanto a você, leitor, talvez você quisesse me perguntar: o que, afinal, aconteceu pra dar todo esse furdunço? Eu responderia que, pra ser sincero eu não sei.
  • Melhor perguntar pros vereadores lá no Posto Ipiranga.
  • Só sei que dessa turma pode-se esperar tudo e mais um pouco e, como vemos, os pactos de silêncio entre eles funcionam mesmo.
  • (Na imagem, decreto do presidente Vanderlei Paulo exonerando o assessor do Forest num dia para nomeá-lo na função de coordenador da Câmara Mirim no outro dia).

mirim

PATETAS

  • Eu gosto da turma da prefeitura principalmente pela tranquilidade que eles passam pra gente.
  • Em entrevista hoje pela manhã na Radio Nereu Ramos, o Gevaerd falou sobre a questão da nova Ponte da Prainha e disse que atualmente “o Coplan decide as coisas de forma menos amadora”.
  • Sem dúvida, um alento. Um grande alento.
  • Saber que as coisas hoje são decididas de forma menos amadora é mais uma prova de nossa pujança e da fibra de nossa gente. Mais um exemplo para o Brasil.

Foto flagra cidadão desperdiçando água em Blumenau. Cena causa revolta na população, que agora procura o elemento para amarrá-lo num poste.

desperdicio

Dados fornecidos pelos guapos do fandango Napoleão & Gevaerd indicam que o tráfego na Beira-Rio vai cair pela metade com a ponte que eles inventaram.

Já se fizerem a ponte aprovada pela dupla de
sanfoneiros JPK & Balistieri
, os dois dizem que o número de veículos por dia iria chegar a 33 mil.

Napoleão & Gevaerd projetam um volume de 24 mil veículos/dia na Beira-Rio em 2016. Caso a ponte fosse construída de acordo com o projeto anterior, o volume de veículos subiria para 33 mil veículos/dia. Com o novo projeto, a estimativa é de que haja uma diminuição para 17,4 mil veículos por dia na Beira-Rio em 2106.

De acordo com a duplinha, na Alameda Duque de Caxias o volume de tráfego previsto para 2016 é de 13 mil veículos diários. Com o projeto anterior, a previsão aponta para 15 mil veículos/dia. Com o novo projeto, o volume deverá cair para 9,9 mil veículos/dia.

Sobre a ponte do Ribeirão Garcia, o volume de tráfego previsto para 2016 é de 18 mil veículos/dia. Pelo projeto anterior, esse volume subiria para 19 mil . O novo projeto reduzirá esse índice para 11,6 mil veículos/dia.

Acho que os guapos estão certos em transferir a ponte pra onde querem. Essa ponte vai ser a menos ruim. Com um pouco de sorte, até pode ficar boa.

Veja AQUI um relatório completo com todos os dados técnicos do Gevaerd.

  • Feriados religiosos deveriam ser feriado só pra quem é da religião correspondente.
  • Feriado católico só devia valer para católicos. Trancar um pais todo por causa de religião não faz sentido.
  • O dono da empresa é católico fervoroso e resolve fechar? Tá no direito dele.
  • Uma empresa resolve abrir e o funcionário católico não concorda?
  • Tudo bem. Pede a conta e vai trabalhar numa que deixe ele ficar em casa.
  • O mesmo vale pra judeus, bahá’ís, evangélicos, protestantes, espíritas, umbandistas e tudo o mais que a galera curte em termos de transcendentalidade…
  • Bateu saudades do Comitê Pró-Federalização da Furb.
  • A vida fica bem mais alegre e colorida com as estrepulias daquela turma.
  • No ano passado eles inventaram umas coisinhas bem legais.
  • Desfilaram no meio dos índios e bugres no Grito dos Excluídos.
  • Fizeram uma passeatinha de protesto no pátio da UFSC.
  • Uma pena que eles ainda estejam de férias.
  • Se não estivessem descansando, possivelmente teriam criado um bloco de Carnaval.
  • Ou quem sabe teriam saído em algum desfile fantasiados de meteorito.
  • O bom é que temos ainda um ano inteiro pela frente.
  • Eles vão acabar inventando alguma coisa pra nos divertir.
  • O pessoal dizem que Blumenau não tem força política.
  • Mas:
  • Blumenau tem o presidente do Badesc.
  • Blumenau tem o secretário de Comunicação.
  • Blumenau tem o presidente da Casan.
  • Blumenau tem o secretário de Educação.
  • Blumenau tem dois deputados federais.
  • Blumenau tem três deputados estaduais.
  • Nenhuma cidade de Santa Catarina tem isso tudo.
  • Quantidade não nos falta.
  • Qualidade? Bem, qualidade é outro departamento, não tem nada a ver comigo.
  • ‎2013 já começou. Jefferson Forest anuncia que vai propor a criação de uma CPI para o Tapete Negro.
  • Se eu tivesse tempo, corria atrás dos vereadores eleitos para saber como cada um votaria para pela instalação ou não da CPI, só pra ver o que eles diriam ainda no calor da explosão.
  • Eis uma boa sacada de marketing do JF.
  • Vai ocupar um bom espaço.
  • Oi, Napoleão, como vai você?
  • Tudo bem, cara?
  • Olha, bicho, a prefeitura encasquetou de cobrar ISS das facções.
  • Não, não das as fações criminosas, porque dessas ninguém cobra nada, nem conta de celular.
  • Sim, cara, isso mesmo, das facções têxteis.
  • Se tenho detalhes? Não, não tenho não. Precisa ver com as empresas e os contadores. Talvez a turma do Sescon saiba de alguma coisa, tá?
  • Mas eu só queria te adiantar que a turma vai te procurar logo, logo,.
  • Não sei quem tem razão nessa história, mas não custa dar uma atençãozinha aí pra eles.
  • Cena surreal: um cavalo foi flagrado trotando sozinho na Beira-Rio, em Blumenau.
  • Pelo pouco movimento, nota-se que é madrugada.
  • Cavalo pode ser um ótimo meio de transporte em Blumenau. É econômico, de fácil manutenção, não gasta gasolina e não paga IPVA.
  • Pode comer a grama dos barrancos e das ruas, ajudando a Secretaria de Serviços Urbanos.
  • Percebam no video que ele respeita os corredores de ônibus.
  • Poderíamos criar também corredores pra cavalo.

O vídeo foi originalmente publicado no Facebook de Rafael Duarte de Carvalho. (http://www.facebook.com/rafael.duarte.56808)

  • Gente, vamos ver as coisas pelo lado positivo: Blumenau aparece como melhor cidade de SC nos últimos dois anos.
  • Isso só pode ser resultado do contrato com a Foz.
  • Assim que ela começo a esburacar a cidade e os problemas do contrato apareceram, Blumenau deixou todas as demais cidades do estado pra trás.
  • Se a Foz continuar deixando as ruas e calçadas do jeito que vem fazendo, logo, logo, seremos a número 1 do Brasil, America Central e Caribe.
  • Tem coisas que não adianta tentar procurar em outro lugar: você só encontra aqui.
  • Fotografei a nova Câmara de Blumenau por dentro.
  • O negócio tá em fase final de finalização, mas falta muita coisa ainda.
  • Vamos esquecer esse negócio de os vereadores se mudarem pra lá em Janeiro.
  • O troço só fica pronto em fevereiro e olha lá…
  • Eu já trabalhei naquele prédio nos anos 80, quando era o Cetil que funcionava lá.
  • O lugar me pareceu menor do que eu pensava.
  • O prédio é antigo, tem muitas colunas e peças pequenas, meio escondidas.
  • Não vi o projeto final de como as coisas vão ficar, mas deu pra ter uma ideia.

VIDRO PODE SER UMA BOA IDEIA

  • O plenário terá janelas com belas vistas, mas parte da paisagem é obstruída pelo esqueletão do América.
  • O auditório não terá inclinação e ficará com o pé direito baixo, o que é ruim.
  • Fala-se em colocar um vidro pra separar o populacho (nós) de Suas Excelências (os vereadores).
  • Bobagem. Se fosse par alguém acertar alguma sarrafada num vereador, isso já teria acontecido, pois hoje os coitados ficam de costas para o público, com as orelhas sempre ao alcance de um peteleco.
  • Mas o vidro poderia ser uma boa ideia. Principalmente se fosse à prova de som, pra gente não ter que ouvir algumas das besteiras que a turma fala no microfone.

PRECISA SER MELHOR

  • A estrutura da nova Câmara ainda não é a ideal, falta funcionalidade e o espaço poderia ser maior.
  • Eu diria que quebra um galho por alguns anos.
  • Os vereadores não podem abandonar a ideia de ter uma sede própria, com arquitetura especialmente projetada.
  • Por enquanto, vamos levando.
  • Pra quem vive num poleiro apertado como hoje, vai melhorar bastante.
  • Confira as fotos exclusivas que fiz lá entro:

Entrada do terceiro andar. Aqui vai ter algumas salas e uma área para a imprensa. Lá no fundão começa o plenário.

A Mesa ficará junto àquela janela ao fundo. Do lado dela está a fiação para o som, câmeras etc.

Essa é a visão que os vereadores da Mesa terão. A área próxima às janelas deverá ser ocupada pelo público.

Outro ângulo de visão dos vereadores a partir da Mesa Diretora

Vista de uma das janelas da frente do prédio, que ficarão do lado oposto da Mesa. As janelas dianteiras ficarão próximas ao público. Bem melhor ver a paisagem lá fora do que ficar olhando pra cara do Vanderlei e do Zeca Bombeiro.

Visão lateral dá pro monstrengo do América. A mesma paisagem que eu via quando trabalhava no Cetil, só que eu ficava no segundo andar

O prédio tem muitas colunas, entradas e reentradas. Parece um labirinto. Quebra um galho, mas a Câmara merece instalações melhores e mais funcionais. Um dia a gente cheguemos lá.

  • O Jean Kuhlmann apresentou projeto na AL que estabelece a obrigatoriedade de “identificação por parte do comprador de produtos fumígenos e derivados de tabaco”.
  • A identificação deverá ser feita com a apresentação de documento com foto.
  • Esse é o mais interessante projeto apresentado por um dos briosos deputados de Blumenau depois da brilhante iniciativa da Ana Paula Lima pra mudar o nome do crack para “pedra da morte”.
  • Vanderleizão trabalha intensamente para ser presidente da Câmara.
  • Seria interessante tê-lo no posto.
  • O homem tem experiência, é dedicado, leva a sério a função de vereador.
  • Muitos vereadores eleitos gostam dele.
  • Ele gosta do Napoleão, Napoleão gosta dele.
  • O problema é a falta de maleabilidade do Vanderlei, o pessoal nunca sabe o que pode acontecer se ele encasquetar com alguma coisa, por isso as chances de ele conseguir são poucas.
  • De minha parte, eu arriscaria e daria um voto de confiança pra ele.
  • Vanderlei está na mesma situação do Jovino em 2011.
  • Quando Jovinão assumiu, ficou todo mundo preocupado.
  • Eu achei que um dia ele seria capaz de colocar dinamite debaixo da Mesa Diretora, explodindo todo mundo.
  • Fiquei até imaginando o braço do Beto Tribess voando por cima da prefeitura e caindo no meio do rio.
  • Mas nada disso aconteceu.
  • Jovino se portou bem, agiu de forma correta e institucional, respeitando a liturgia do cargo.
  • Vanderlei faria a mesma coisa.
  • Tem o meu voto.
  • Rua das Palmeiras, 1989.
  • Largada do desfile da Oktober.
  • Albaneza Tonet e Carolina Luiza Tonet.
  • As duas princesas mais lindas que a festa já teve.
  • Crédito da foto: eu

  • Uma das principais atividades nas minhas redes sociais é apagar comentários pesados, com ofensas pessoais e denúncias contra o Jovino.
  • Não comungo com a opinião dos que querem fazer dele um monstro.
  • Jovinão ficou dois anos na presidência da Câmara e se comportou bem.
  • Não envergonhou a cidade.
  • Não se envolveu em escândalos.
  • Teve expressiva votação como candidato a deputado.
  • É atacado por ter importância relevante na campanha do Napoleão.

UM PLANO B QUE DEU CERTO

  • Jovino não ia ser o vice do Napoleão.
  • O PSDB queria o César Botelho, que aos 46 do segundo tempo virou vice do Jean.
  • Jovinão foi um Plano B que deu certo.
  • Sozinho, Jovino aparentemente tem mais cacife eleitoral do que todo o PMDB junto.
  • Jovinão é um sujeito de temperamento forte, é personalista e explode fácil.
  • Mas é também um sujeito organizado, que trabalha duro.
  • Tem seus pecados, mas não é o demônio que tentam fazer com que pareça.
  • Não é nunca será uma ameaça ao Napoleão, que é muito mais esperto que ele.
  • Segunda rodada de programas eleitorais do horário noturno, segunda vitória do Napoleão.
  • Programa do Jean tem algumas coisas meio estranhas, do enquadramento à iluminação e maquiagem.

NAPOLEÃO

  • Boa abordagem do plano de governo.
  • Bom enquadramento – como sempre – das falas do Napo.
  • Bom texto lido pelo candidato sobre inexperiência e sorriso, numa tomada em que, acertadamente, ele não sorriu.
  • As entradas do Napoleão são consistentes e mais longas que as do Jean, que entra de forma muito rápida e entrecortada.
  • Com isso, Napo fica mais tempo no video, passa mais informações ele próprio e transmite mais credibilidade.
  • Boa dose de propostas.
  • Questão de mudar a nova ponte de lugar me parece coerente e factível.
  • Estou quase votando nele por causa disso.
  • Botaram uma apresentadora nova, de cabelo ruivo, feiosa e sem graça, meio sinistra, com cara de quem não tá nem aí.
  • Injustiça para com a Cínthia Pereira, que é muito mais bonita e simpática, fala muito bem e tem uma imagem clean.

JEAN

  • Tem alguma coisa errada com os programas do Jeanzão.
  • O da tarde teve erros nas legendas.
  • Acho que os remanescentes da equipe do marqueteiro demitido estão de sacanagem.
  • Jean está de um jeito diferente, deve ser por causa da maquiagem. Parece que exageraram no pó de arroz.
  • Os vincos da face ficam sobressalentes com diferenças de tons.
  • A apresentadora tem um brilho em boa parte do rosto. Talvez seja problema de iluminação.
  • Algumas imagens de estúdio estão chapadas, em contraste com algumas boas tomadas externas.
  • O enquadramento dado ao Jean às vezes não tem o mesmo impacto do que é dado ao Napoleão. A posição da câmera deixa Jean menor no vídeo, enquanto que Napoleão fica mais próximo e obtém resultado melhor.
  • Programa começou com uma patada no Jovino, que, a meu ver, foi acertada, mas talvez fosse melhor esperar mais um dia ou dois pra começar a bater.
  • Jean comparou a experiência dele com a do Napoleão, mostrou que teve o dobro de projetos como vereador.
  • Boa inserção da explicação da participação dele no Governo LHS que na minha opinhãozinha não foi lá aquelas coisas, mas tudo bem.
  • Fez algumas propostas, uma das quais, a das vagas das creches, igualzinha do Napoleão, assim como a proposta da guarda municipal com 100 agentes é comum entre os dois.
  • Mas o Jean aparece em falas curtas e entrecortadas por comerciais amontoados dentro do programa, o que quebra a sequencia das ideias.
  • Sob esse ponto de vista, o programa do Napoleão é muito melhor costurado e encadeado.
  • Nelsinho Santiago tem que chamar a turma e dar uma dura em todo mundo.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 277 outros seguidores

Agendoca

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema

%d blogueiros gostam disto: