You are currently browsing the tag archive for the ‘Acib’ tag.

  • Sincera e honestamente não entendi a posição da Acib em relação à ponte do Centro.
  • Não se manifestou na eleição e não se manifestou quando o Napoleão criou um grupo de estudos para analisar a questão.
  • Todas as opções colocadas têm prós e contras, inclusive aquela que a Acib defende.
  • Também não sei por que o Ricardo tomou a frente disso, dando a cara pra bater em algo que poderia ser assumido pelo Ronaldo, sendo ele secretário de Turismo do Napo.
  • Enfim, mistérios que aos poucos deverão serem esclarecidos.
  • Semana passada o Deputado Décio Lima disse na Guararema, no programa do Alexandre José, que o viaduto da Mafisa foi uma “bobagem” feita pelos empresários e pela prefeitura de Blumenau.
  • Hoje pela manhã, na mesma Guararema, o Ricardo Stodieck, ex-presidente da Acib, disse que os empresários não tomaram conhecimento dos detalhes técnicos do projeto.
  • Explicou inclusive as opções que o Dnit havia apresentado, sendo que um tal de viaduto no estilo “trevo de quatro folhas” foi considerado ideal, mas não foi feito por falta de grana.
  • Ricardo reiterou que os empresários apenas fizeram uma vaquinha pra elaboração do projeto.
  • Também agora pela manhã, na Nereu, Décio disse pro PC que o projeto não passou pelo Dnit.
  • Garantiu, inclusive, que o chefe geral do Dnit, em Brasília, garantiu a ele que o Dnit não foi o responsável pelo troço.
  • Se nem o Dnit e nem os empresários e a prefeitura fizeram o projeto do trevo da Mafisa, quem fez?
  • E agora, quem poderá nos socorrer?
  • Já sei: vamos passar a responsa pro Chapolin Colorado!

Ronaldo Baumgarten Jr. é um sujeito preparado, extremamente competente,  com uma apurada visão de futuro. Ele se preocupa tanto com o futuro que já está pensando na própria sucessão frente à Acib. E é tão competente que já decidiu quem será o sucessor. Serei eu. Ronaldo me visitou durante a semana e implorou para que eu o substitua no comando da Acib.

Aceitei o convite, mas impus algumas condições, que ele foi obrigado a aceitar: 1) A Acib enviará mensalmente, a todos os associados, três caixas de cerveja e dois quilos de picanha. 2) A sala de reuniões será imediatamente transformada em um agradável ambiente para happy hour, recebendo os associados em sistema de open bar, com direito a telão para acompanhar jogos de futebol. 3) E o item mais importante: todas as vezes que eu estiver presente será servido torresmo também por conta da Acib.

Na foto abaixo, Ronaldo mostra toda a felicidade com a minha decisão. Ele garantiu que a próxima reunião de diretoria será realizada já com as implementações por  mim exigidas, incluindo o meu torresminho.

Sem disputa

Décio deverá desistir da pré-candidatura a prefeito no PT. A ideia por trás disso seria demonstrar um ato de abnegação em nome da unidade partidária, pressionando Vanderlei a fazer o mesmo.

Ana Paula em vantagem

Na boca de urna interna do PT, Ana Paula vai abrindo vantagem de 60,9% dos votos em relação ao Vanderlei. É alguma coisa, mas não é muito. Se a turma do Vanderlei pegar forte, pode equilibrar as coisas.

Mas acredito que a Ana Paula deva aumentar um pouco mais essa diferença.

Respirando aliviado

A desistência do Décio pode ser um alívio para Jefferson Forest. Ele estava há quase um mês sem dormir, sem saber se votava no sogro ou na sogra na convenção. A pressão estava demais. Numa madrugada, ao assaltar a geladeira, Jefferson tomou um susto. Décio estava sentado em cima da gaveta de legumes:

– Oi, Jeff. Eu sabia que você viria. Agora que estamos aqui sozinhos, às quatro da madruga, me diz aí: vais votar em mim, não vais?

Num outro dia, Jefferson encontrou o carro com dois faróis quebrados. Ana Paula estava recostada na porta da garagem, segurando um pé-de-cabra:

– Bom dia, Jeff. Pelo que vejo, seu carro sofreu um pequeno “acidente”.  E por falar em “acidente”, você já decidiu em quem votar? Ah!, acho bom verificar os freios, hein?

Sorte

O asfalto da alça de acesso do viaduto da Via Expressa cedeu. Tem gente achando isso ruim. Achei ótimo. Na verdade, tivemos sorte. Poderia ter sido pior. Não nos esqueçamos de que o viaduto da Ponte do Tamarindo simplesmente caiu e não matou ninguém por milagre.

Publicado originalmente em minha coluna na Folha de Blumenau, 26/02/12

Sou candidato a vice-prefeito

Lúcio César Dib Botelho está cansado de ser citado como provável candidato a vice-prefeito do Napoleão ou do Jean Kuhlmann. Ele veio me visitar durante a semana para desabafar e me fez uma proposta: pediu pra eu ser vice dele numa chapa do PMDB. Topei na hora. Fiz apenas uma exigência, que ele prontamente aceitou:  nossos comícios devem ter sempre chope da Eisenbahn e cerveja de trigo da Bierland.

A prova está na foto abaixo, tirada no exato momento em que eu e ele selamos o acordo. Podem até montar uma chapa do Napoleão com a Ana Paula de vice. Não vai adiantar. E podem esquecer o segundo turno. Lúcio e eu somos imbatíveis.

Lúcio e eu, no momento em que fechamos o acordo para a nossa candidatura


Boa sorte, Paulão

Quando assumiu a CDL pela primeira vez, escrevi uma nota intitulada “Boa sorte, Paulinho”, apostando que o Paulo Cesar Lopes faria um bom trabalho, pois eu o conhecia de sua atuação na associação dos supermercados.

Em dois anos, comprovou  que é bom de briga. Posicionou-se bem diante de vários temas e impulsionou o projeto do Natal de Blumenau. Paulinho virou Paulão.

Muquiranas

A CDL é uma instituição de respeito, mas tem um sério problema. É o mesmo problema da Acib: sovinice. Nas posses de seus presidentes, a turma tem que pagar pra comer e beber. Por isso sou um sincero admirador do Hans Bethe, do sindicato das empresas do setor metal-mecânico. Na posse dele ninguém pagou nada. Tinha até uísque de graça.

Mistério misterioso

Conversei com 756 pessoas, dentro e fora do PT, a ninguém ainda soube me explicar o que há por trás do registro das prés-candidaturas da Ana Paula e do Décio. Caso eles disputem a indicação do partido no voto, um deles sairá do processo menor do que entrou. Afinal, um deles teve que se apresentar como melhor em relação ao outro.

Há quem diga que há uma bem pensada estratégia por trás disso e que tudo teria sido combinado. Na hora “H” um deles desistiria para apoiar o outro. Não creio. Isso seria sacanagem para com os eleitores de cada um deles. Se planejassem isso, estariam brincando com a boa fé dos companheiros.

O jeito, como diria o caboclo, é esperarmos para vermos.

Publicado originalmente em minha coluna na Folha de Blumenau de 11/02/12

Proibido pujança

  • Na posse da Acib, Raimundo Colombo apelou para a velha mania dos políticos de elogiar Blumenau pelo nosso já insuportável “exemplo para o Brasil”, nossa breguíssima “pujança” e nosso chatésimo e batidíssimo pioneirismo nisso e naquilo. São expressões que já alcançam um altíssimo grau de insuportabilidade. 
  • E o que é pior: ainda tem gente que fica contente em ouvir essa lenga-lenga.
  • Chega de elogios. Essas referências elogiosas são provincianas, antiquadas e cafonas. Servem só pra discurso de prefeito de cidade pequena do interior, tipo Laurentino, Taió e Rio do Campo.
  • Blumenau não precisa de elogios baratos. Queremos o que é nosso. Queremos obras de infraestrutura e segurança. 
  • Vou propor ao João Paulo a colocação de uma placa bem grande na entrada da cidade: “Senhor Político: neste pacato vilarejo é proibido o uso da palavra “pujança”. Favor falar menos e fazer mais”.

Exemplo para o Brasil

  • Já que se fala tanto em exemplo para o Brasil, permitam-me mostrar alguns móveis que ornamentam o Salão Nobre da prefeitura (fotos).  O sofá está velho, gasto e rasgado. É onde recebemos as autoridades que nos visitam.
  • O Salão Nobre da prefeitura é escuro, caquético e cheira a mofo. O carpet está rasgado. O ambiente é horroroso. As paredes estão puídas. Existem cadeiras tão velhas que o parecem ter sido capturadas do General Rommel quando ele fugiu da África.
  • Antes de arrotarmos nossas conquistas de 1900 e antigamente, deveríamos prestar atenção na precariedade de um monte de coisas que nos cercam.

Boa sorte, rapazes

  • A Acib está bem representada. Ronaldinho Baumgarten e Carlos Amaral formam uma dupla entrosada. Conheço ambos. Sei que se preocupam com as coisas da cidade e buscam defender as melhores causas. Boa sorte a ambos e à nova diretoria nesse novo mandato.
  • Amaral deverá ser o próximo presidente. Tem o meu voto. Quando isso acontecer, Blumenau terá a oportunidade de conhecer melhor o grande sujeito que ele é.

Seinfeld em Blumenau

  • Alaor Tissot, presidente da Facisc, fez um discurso altamente tosco e risível na posse da Acib. Pensou que era comediante, recostou-se no púlpito e desatou a fazer piadinhas. Falou mais que o Ronaldinho e o Colombo juntos. Se gosta tanto de falar bobagem em público, deveria alugar o teatro e montar uma comédia só pra ele.

Estamos aprendendo

  • Muito boa a recepção na posse da Acib. Ótimo coquetel, com ambientes para descanso em várias áreas do salão. Detalhe importantíssimo em se tratando de Blumenau: um ótimo conjunto de música ao vivo tocou músicas no tom ideal. Em muitos eventos da cidade a música é ensurdecedora e a gente precisa se esgoelar pra conseguir conversar.

Boca livre

  • Sou associado da Acib, mas não paguei nada pra jantar e beber o uísque da turma. Entrei na cota de jornalistas convidados. Nada mais justo. Afinal, tenho que ter alguma vantagem com essa ingrata profissão.

Adiós, aeropuerto

  • O grande ponto positivo dos discursos do Ronaldinho, Colombo e joão Paulo foi a unicidade em torno da BR-470. Ninguém disse uma palavra a respeito do aeroporto Quero-Quero. Estão certíssimos. A duplicação da rodovia é prioridade máxima. Do jeito que está, nos isolamos cada vez mais do mundo.
  • O aeroporto pode esperar até 2050.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

  • Veja artigo da Benner sobre gestão de benefícios. lnkd.in/du65mdX 6 hours ago
  • Presidente da Teka dá uma xingada geral nas decisões judiciais, diz que elas são um risco para a empresa e larga o c… lnkd.in/dZkaQfG 13 hours ago
  • A Dudalina comunicou a demissão de mais 20 pessoas. É o terceiro lote de demissões da empresa em 2017. Em abril fo… lnkd.in/dTqkXNY 14 hours ago
  • Liminar no DF permite a cura gay. E a cura hétero? Se eu quiser virar gay, posso buscar tratamento para tentar uma reorientação sexual? 1 day ago
  • Exército não dá conta de meia dúzia de vagabundo em favela com suas "operações de inteligência" e tem general querendo intervenção militar 1 day ago

Comentários

Carlos A. D'ávila em Vazio existencial
Carlos A. D'ávila em Tristeza
edu em Tristeza
edu em Tristeza
Marcos Antônio Perei… em Baio, o zagueirão de Rio do Oe…

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 275 outros seguidores

Agendoca

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema

%d blogueiros gostam disto: