You are currently browsing the category archive for the ‘Uncategorized’ category.

Faz três anos que adotamos o Max.

Abandonado numa casa velha na Rua Petrópolis.

Amarrado a um pé de limão, sob a chuva.

Tem medo da Chuva até hoje.

Pra marcar a data ganhou banho e tosa especiais e uma roupa de Fritz.

Fritz pretão e guapeca.

Saiu o Ranking Universitário da Folha.

Furb perdeu a terceira colocação pra Univali, sua arquirrival.

Se a Furb fosse o Super Homem, a Univali seria o Lex Luthor dela.

Para uma reflexão, fiz um apanhado da presença da Furb nos últimos cinco anos no ranking da Folha.

Pesquisa do Instituto Paraná do dia 8 de setembro mostra que SC dá uma das maiores vitórias do Bolso num segundo turno contra o Luloso.

 

PT ameaça não participar das eleições em 2018 caso Lula seja impedido de concorrer?

Não!, isso não!

Já pensaram na gente sem a Ana Paula e o Décio?

Dia 1 de agosto comemorei 35 anos de jornalismo.

Acabei esquecendo de colocar aqui.

Fiquei muito triste por não ter sido homenageado pela Câmara.

Não por mim, mas por vocês.

Eu sonhava em ser homenageado, receber uma moção, uma placa com o meu nome, e então eu faria uma grande festa com todos vocês.

Iria pagar uma churrascada com muita cerveja e caipirinha, tudo de graça.

Pensei até em sortear um Jeep Renegade.

Cheguei a cotar o preço e fiz uma pré-reserva de compra.

Mas, enfim, paciência, não recebi nenhuma moção, tive que suspender a comemoração e cancelei a pré-reserva do Renegade.

C’est la vie.

 

Existem seis opções de ponte no Centro,

Coloquei todas no desenho abaixo.

Napoleão quer fazer a 6.

JPK ia fazer a 2.

O IPPUB tinha escolhido a 4.

O Instituto Histórico de Blumenau quer fazer a 1.

O Renato Vianna não quer nenhuma e prefere duplicar a ponte já existente.

Blumenau tem um monte de entendido em ponte.

Você também pode escolher a sua.

Lanzarin apoia ideia do Lange de investir grana da Blumob na sinalização dos terminais como benefício direto ao usuário do transporte coletivo.

É uma medida importante.

Diariamente, mais de 430 pessoas se perdem nos gigantescos e complexos terminais urbanos de Blumenau.

Desse total, 32,4% nunca mais são encontradas.

Há casos em que até mesmo os motoristas se perdem.

O motorista vai ao banheiro, se perde na hora de voltar e o ônibus fica lá parado até ser guinchado com os passageiros dentro, dois dias depois.


 

Carlos Lange é sério candidato ao Troféu Lambança do Ano.

O homem conseguiu se afundar no banhado ao prestar esclarecimentos aos vereadores hoje pela manhã sobre pintura dos ônibus velhos da Blumob.

No dia 18 de julho terminou o prazo apara a Blumob pintar os ônibus velhos de prata, igual aos novos.

Estava no contrato.

Ninguém fez nada.

No dia 31 de julho o vereador Gilson foi pessoalmente ao Seterb perguntar sobre o fato.

Como não teve resposta, uma semana depois o vereador fez uma denúncia na Câmara e pediu uma CPI.

Desde então o governo Napoleão vem sendo bombardeado com criticas a respeito, tomando tijoladas todos os dias.

Na manhã de hoje, 14/09, o presidente do Seterb esteve na Câmara de Vereadores explicando as coisas.

Lange disse que no dia 20 de julho havia solicitado providências à Blumob.

Disse que a Blumob havia solicitado permissão para não mais pintar os ônibus velho na cor prata, por entender que seria um gasto em vão, já que logo esses ônibus serão trocados por novos.

Haveria também o inconveniente de haver ônibus novos e velhos na mesma cor, confundindo os passageiros.

Lange levou para a Câmara três propostas de compensação sugeridas pela Blumob, já que a pintura dos ônibus entrou no custo da passagem.

1) Baixar o valor das passagens em alguns centavos.

2) Fazer ações ambientais na garagem.

3) Fazer uma sinalização nos terminais.

Em seguida, Lange disse que o Seterb havia preferido ficar com a sinalização e passou a mostrar modelos de novas placas.

Ele mostrou plaquinhas bonitinhas com chapeuzinho alemão e outros trique-triques.

Os vereadores caíram de pau e a sugestão não foi aprovada.

Alguns questionaram que o dinheiro deveria ser aplicado na melhoria dos banheiros, que estão ruins.

Lange disse que a Blumob investiu R$ 32 milhões nos novos ônibus e que a pintura dos ônibus velhos custaria apenas R$ 260 mil.

Falou que se não fossem aceitas as propostas, a Blumob iria pintar os ônibus.

Não houve acerto ou acordo na reunião.

Vereadores da oposição questionaram sobre o fato de a Blumob ter descumprido uma cláusula do contrato.

Lange admitiu que houve o descumprimento, mas que é preciso avaliar sua gravidade para depois verificar que tipo de punição se daria.

No entendimento do Seterb, a empresa deveria pagar R$ 50,00 de multa por ônibus para cada dia de atraso na pintura.

 
 

VEREDITO DO JUIZ CARLOS

Analisando os fatos, concluo que houve aqui uma barbeiragem administrativa do Seterb.

Cabe ao gestor público zelar antecipadamente pelo cumprimento dos contratos.

O Seterb ficou patinando, demorou para esclarecer os fatos e só veio a público depois de levar uma surra do Gilson.

A coisa fica bem pior porque o Gilson foi no Seterb falar antes de denunciar.

Os caras do Seterb não levaram o Gilson a sério e se danaram-se.

Politicamente, foi um desastre.

R$ 260 mil reduzidos das passagens representariam um custo ínfimo e seria um valor insignificante para a Blumob.

Gilson fez uma pesquisa e insiste que a pintura custaria mais de R$ 1 milhão, mas é preciso verificar isso. A Blumob vai fazer as pinturas no atacado, não vai pagar preço comum do mercado para pinturas unitárias.

Lange se afundou completamente no banhado hoje de manhã com a ideia horrorosa de mandar pintar tabuletas nos terminais com o dinheiro da pintura.

Ele chegou propondo soluções miguelatórias, mas o foco dos vereadores foi a derrapagem braba do Seterb na questão.

Se tivesse ficado atento ao fato e tornado o caso público por iniciativa própria, ninguém estaria ligando.

Lange agora tenta desesperadamente tapar o buraco que ele mesmo cavou.

O grande problema dele é que ele mesmo pode cair no buraco e desaparecer, tipo os filmes do Stephen King.

Professor há 15 anos no Ibes foi demitido neste início de semestre.

Não fecharam as turmas de Administração e mais algumas.

Deram uma enjambrada, juntaram umas turmas pra tocar as coisas.

O antigo e dedicado mestre acabou expelido.

Prédio do Centro de Inovação de Blumenau parou.

Governo do Estado tinha que pagar quatro parcelas, pagou uma e parou.

Empreiteira demitiu funcionários e fechou o canteiro.

Parece que só o Centro de Inovação de Lages ficou pronto e foi entregue.

Lages?

Uber terá espaço para embarque e desembarque durante a Oktoberfest 2017.

Frequentadores terão duas opções.

Uma delas é o ponto de táxi, que como sempre estará na frente do Setor I, o mais nobre e mais perto da saída.

Recomendado para bêbados mais trôpegos ou para amigos que não agüentariam arrastar amigo bêbado até o outro lado.

O ponto do Uber será um corredor de embarque em desembarque na frente do Ramiro.

Ninguém é obrigado a ir ate lá pra pegar o Uber.

Mas o espaço delimitado facilitará as manobras e os embarques e desembarques.

Foi a turma do Uber que sugeriu isso pro Ricardão e o Ricardão tocou adiante.

Um cena quase surreal.

Propaganda de consórcio de moto dentro do Terminal do Aterro.

Cada moto vendida é um passageiro a menos ajudando a manter o sistema que estimula a venda de motos, ajudando a afundar a si mesmo.

A turma anti-ponte está com uma peitição contra a ponte do Napoleão.

Veja aqui a peitição: https://goo.gl/pQ7U1q

Você pode assinar.

Eu não vou assinar.

Na peitição, é contada essa historinha:

1) Em 2002 iniciam-se os estudos da ponte.

2) Considerando-se aspectos ambientais, etc, decidiu-se pela RUA CHILE

3) Décio Lima não fez por falta de recursos

4) Em 2011 JPK retomou o assunto e decidiu fazer

5) A turma anti-ponte diz que, em 2012 Napoleão destrambelhadamente e de forma eleitoreira resolveu trocar a ponte na campanha.

 

Não vou assinar porque a história narrada na peitição verdade não é bem essa, conforme mostram as atas do Conselho do Ippub na época.

A ponte do JPK foi a apenas a TERCEIRA OPÇÃO, conselheiros defendiam ponte perto da Alwin Schrader e a coisa toda se desenrolou do mesmo jeito que o Napoleão: primeiro decidiam a ponte, depois iam fazer os estudos que as eliminavam.

Isso tudo que eu disse ESTÁ NAS ATAS do Conselho do Ippub, atual Coplan, que eu chamo de Conselho de Sábios das Pontes.

O próprio Alfredo fazia parte do troço.

CONFIRA O DESENROLAR DAS COISAS:

 

PRIMEIRA REUNIÃO DOS SÁBIOS DAS PONTES: 27/11/2002

Gevaerd sugere ligação Nereu Ramos x Brasil/Paraguai.

Ele diz que todas as opções têm vantagens e desvantagens.
Os conselheiros dizem que a melhor opção seria próximo à Foz do Ribeirão Garcia.

Como se vê, os especialistas em pontes de Blumenau se dividiam.

 

SEGUNDA REUNIÃO DOS SÁBIOS DAS PONTES: 11/12/2002

É colocado em votação duas opções:

1) Nereu Ramos x Brasil/Paraguai, sugerida pelo Gevaerd na reunião anterior

2) Av. Brasil/Paraguai x Alameda/Alwin Schrader.

Oito dos integrantes do Conselho dos Sábios das Montanhas do Coplan votam pela opção Brasil/Paraguai ligando Nereu/Alameda.

IMPORTANTE: A PONTE DA RUA CHILE NÃO APARECE ENTRE AS OPÇÕES.

ELA FOI, PORTANTO, O PLANO C, JÁ QUE A NEREU X BRASIL SERIA O PLANO A E A AV.BRASIL X ALWIN SCHRADER SERIA O PLANO B.

 

TERCEIRA REUNIÃO DOS SÁBIOS DAS PONTES – 26/02/2003

Geveard informa aos sábios do Coplan que não vai dar pra fazer nenhuma das duas pontes anteriores porque ia ficar caro.

E assim, cientificamente, os sábios placidamente desistem da opção escolhida e partem alegremente pra uma nova votação, desta vez sem a ponte escolhida.

1ª opção: José Ferreira da Silva x Bolívia

2ª Opção: Rodolfo Freygang X Chile (ponte que o JPK mandou fazer em 2011).

Dez sábios escolheram a opção 2.

Dois sábios se abstiveram.

 

QUARTA REUNIÃO DOS SÁBIOS DAS PONTES – 26/03/2003

Foi discutido o impacto da obra.

Note-se que primeiro se decide a obra pra depois ver o impacto.

Foi a mesma coisa que o Napoleão fez com a ponte dele.

 

QUINTA REUNIÃO DOS SÁBIOS DAS PONTES – 06/08/2003

Amenidades e troca de ideias entre os sábios das pontes.

pontefig1

pontefig2

Catarinafest divulga belezas de SC no Senado.

Diante de tanta beleza, não há como não vir ao nosso estado.

 


Aniversário de Blumenau.

Muita gente agradecendo a cidade por ter sido acolhido por ela.

Eu não.

Eu não agradeço.

Em 2017 comemoram-se 35 anos que vim pra cá.

Quem tem que me agradecer é Blumenau.

Eu podia ter optado por sair de Rio do Oeste para trabalhar na Indústria e Comércio de Fumo em Corda Industrializado Oliveira, em Laurentino.

Ou poderia ter buscado emprego na fábrica de toca-discos Frahm ou na fábrica de carimbos Ideal, em Rio do Sul.

Mas não.

Eu escolhi Blumenau e em muito contribui para a pujança da cidade nos 35 anos em que aqui habito.

Agradeça-me, Blumenau.


Na foto:

1) Ex-prefeito JPK

2) Ex-prefeito Renato

3) Ex-prefeito Dalto

4) Ex-prefeito Décio

5) Prefeito Mário

6) Ex-prefeito Napoleão

7) Ex-prefeito Sasse

8) Ex-prefeito Félix

A Fundação Cultural aprovou verba para um curta-metragem sobre Blumenau e o rio.

Vai se chamar “A Cidade e o Rio”.

O relising de divulgação diz que a obra busca uma “ressignificação da sua relação com o rio” e que terá “desenhos icônicos”.

Gosto dessa palavra que os intelectuais usam: icônico.

Pra mim é uma palavra icônica.

Um dia espero poder usar em algum lugar.

Talvez faça uma autobiografia icônica.

O filme “A Cidade e o Rio” tem um storyboard feito pela Bucica Filmes.

 

Napoleão está colocando em prática uma nova estratégia para aumentar a arrecadação.

Ele mesmo está aplicando multas pela cidade.

Release distribuído à imprensa:

Brasília (DF) – O líder da Oposição no Congresso Nacional, Décio Lima, deputado federal protocolou hoje (29/8) Projeto de Decreto Legislativo nº753 que pode anular os dois decretos do governo Temer (nº9142 e nº9147) que extingue a Reserva Nacional do Cobre (Renca), na secretaria geral da mesa da Câmara dos Deputados.

O líder explica que o projeto agora será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça.

“O governo Temer tentou enganar o povo brasileiro ao publicar novo decreto que tira a condição de reserva ambiental da Renca e abre para exploração mineral. Trata-se de um ato de entreguismo de Temer, que está entregando a Amazônia e o nosso país ao capital estrangeiro. Mais um ato que agride a comunidade indígena, o meio ambiente e principalmente, a soberania nacional”, disse.

O decreto presidencial estabelece que uma região de cerca de 47 mil quilômetros quadrados entre o Pará e o Amapá está liberada para extração de ouro e outros minerais nobres. Na mesma área existem áreas protegidas da floresta e reservas indígenas.

A área fechada é maior que a Dinamarca e tem o tamanho equivalente ao do estado do Espírito Santo, ou oito vezes a dimensão do Distrito Federal.

O líder destacou que a bancada da Oposição tentará todos os caminhos legais e jurídicos para preservar a Amazônia

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

  • Veja artigo da Benner sobre gestão de benefícios. lnkd.in/du65mdX 6 hours ago
  • Presidente da Teka dá uma xingada geral nas decisões judiciais, diz que elas são um risco para a empresa e larga o c… lnkd.in/dZkaQfG 14 hours ago
  • A Dudalina comunicou a demissão de mais 20 pessoas. É o terceiro lote de demissões da empresa em 2017. Em abril fo… lnkd.in/dTqkXNY 14 hours ago
  • Liminar no DF permite a cura gay. E a cura hétero? Se eu quiser virar gay, posso buscar tratamento para tentar uma reorientação sexual? 1 day ago
  • Exército não dá conta de meia dúzia de vagabundo em favela com suas "operações de inteligência" e tem general querendo intervenção militar 1 day ago

Comentários

Carlos A. D'ávila em Vazio existencial
Carlos A. D'ávila em Tristeza
edu em Tristeza
edu em Tristeza
Marcos Antônio Perei… em Baio, o zagueirão de Rio do Oe…

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 275 outros seguidores

Agendoca

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema

%d blogueiros gostam disto: