You are currently browsing the category archive for the ‘Blumenau’ category.

Estive na barragem Norte de carona com o Jeanzão.

Explico na imagem como funciona.


1 – O rio Hercílio
2 – Face mais alta da barragem. A água entra por baixo, num túnel, que pode ser fechado por duas comportas.
3 – Casa das máquinas. Os caras precisam descer 60 metros até chegar no túnel que começa no ponto 2. Lá embaixo eles fecham as comportas.
4 – Face mais baixa da barragem. A água vaza por cima se a represa encher. Isso nunca aconteceu.
5) Canal extravasor. A água escorre por ele e volta ao rio mais adiante.

Índios fizeram um puxadinho na entrada da casa das máquinas e tem gente morando lá, cuidando pra ninguém entrar.


Índios moram ao lado da barragem. Crianças brincam em torno dela.


Equipamentos destruídos.


Problema grave a ser resolvido.

No desenho o azul é a parte normal do rio.

Em vermelho, o que acontece quando ela é fechada nas grandes enchentes.

A água atinge alguns trechos das estradas e se infiltra, causando desmoronamentos quando o nível volta ao normal.

Muitos índios moram em encostas. Algumas dessas casas caíram.

Há risco para muitas.


Ginásio coberto e uma escola totalmente destruídos após desbarrancamento nas enchentes de 2014.


Jean pediu pros índios liberarem a barragem para vistoria de técnicos.

Discursos foram de integração e amizade, mas nada feito.

Cacique em exercício disse que a ocupação continua.

Mudanças só após nova reunião em Brasília.


Presidente da Câmara de Vereadores de José Boiteux é índio.

Mora numa das aldeias.

Articulado. Inteligente.

Bom de conversa.

Sabe o que quer.


Bugres de Blumenau visitam a barragem e ficam extasiados com a paisagem.

Participaram da visita os vereadores:

Adrianão

Alexandre Caminha

Alexandre Matias (eleito o mais bonito pelas índias)

Becker

Ito

Jovinão

Mantau

Marcos da Rosa

Prof. Gilson

Sylvio Zimmermann

riscoFF, praticamente um Indiana Jones

  • Segunda-feira  vence  o prazo para as empresas de ônibus apresentarem para a prefeitura um plano de viabilidade garantindo a todos transporte de qualidade.
  • As empresas serão honestas com Napoleão.
  • Lembrarão a ele da extensa greve e dirão que as três não têm grana sequer para o 13º.
  • Dirão que vai ser um parto pagar o primeiro salário de 2016.
  • A Glória inclusive vai lembrar ao Napoleão que ainda não conseguiu reaver os 27 ônibus confiscados pela Justiça e que continua cumprindo uma tabela capenga.
  • “Se não consigo sequer reaver meia dúzia de ônibus velhos, é melhor desistir”, dirá o documento da Glória.
  • No do projeto de não viabilidade, as empresas agradecerão o Napoleão pela oportunidade e desejarão sorte na abertura da nova licitação.
  • “Virada com calor e sem chuva em Blumenau”, anuncia o Santa, citando previsões do Leandro Puchalski.
  • “Quem for preparar alguma coisa pra passagem do ano em Blumenau, deve ter uma chance bem maior de chuva”, diz Ronaldo Coutinho no Informe Blumenau.
  • A sorte está lançada.
  • Vamos ver qual dos dois começa errando e qual começa acertando em 2016.
  • Estive na Câmara hoje e filmei um arranca-rabo entre o Ivanzão e o FF.
  • Depois do arranca-rabo em plenário, que teve soco na mesa do Fábio Fiedler e xingamento do Ivanzão, os dois se atracaram de novo do lado de fora.
  • O tenso reencontro dos dois você vê no segundo filme.
  • Tremenda sacanagem a paralisação dos ônibus em Blumenau sem aviso, deixando todo mundo na mão.
  • Vadinho está vociferando nas rádios dizendo que vai processar isso e aquilo e largando a bomba nas costas do Siga.
  • O Siga diz que não tem como arcar com os custos e blá-blá.blá.
  • A atitude do Arizão Germer e seus comandados do sindicato é condenável, mas eu os entendo.
  • Já fui sindicalista e sei que, se alguém não meter o pé na porta, a coisa fica numa lenga-lenga que não tem mais fim.
  • De toda essa situação não é a paralisação dos motoristas que me deixa mais puteado.
  • O que irrita é a pasmaceira, a molengueira, a inépcia com que o conjunto das autoridades reage a casos pontuais de agressão, praticadas pela mesma meia dúzia de vagabundos de sempre.
  • Uma ação de inteligência tomada periodicamente (Polícia Civil + PM + MP + Seterb + Siga) seria suficiente para dar cabo dessa situação.
  • Se quiserem, empresto a Go-Pro que meu filho usa pra passear com o cachorro.
  • Colocamos ela num PM à paisana e em duas semanas pegamos toda essa catrefa, sem precisar convocar o Exército, a Força Nacional e sem a churumela de que faltam policiais.
  • Estive dando  um rolezinho na Velha Grande com o Adrianão e acabei me deparando com um jovem cantor de sucesso que virou ídolo local:
  • Vejam que interessante: Mário Hildebrandt e o Veneza me contaram que o Vadinho procurou o João Paulo pra pedir um favorzinho em nome da velha e sincera amizadinha entre os dois: Vadinhão queria ser indicado pra presidência do Seterb por indicação do PSD.
  • JPK levou o pleito para a direção do partido decidir, mas a resposta foi negativa.
  • Hoje falei com outro prócer do PSD e o prócer me contou a mesma história, acrescentando uma teoria para tão inusitada atitude: Vadinhão estaria enfrentando fortes resistências dentro da ala sóbria e histórica do PSDB e, por isso, estava tentando aplicar uma pernadinha na turma, entrando para o governo fingindo que era por outro partido.
  • A gente morremos e não vermos tudo.

Para tudo! Napoleão e o PSD voltaram atrás.

Volta a valer o acordo anterior e o Vadinho vai pro Seterb sob as bençãos do JPK.

André Espezin, que tinha sido indicado pelo Mário, não chegou a levantar voo.

Foi alvejado ainda em solo.

O povo da imprensa da Furb não deu bola pra posse do Natelzão.

Não rolou nada nas redes sociais e, até o momento (09:22h do dia 03/02), não tem nada no site porque os caras devem estar dormindo.

Nem o Santa deu bola pro troço.

Sabe de onde tirei a foto? Do Blog do Incrível Jaimão.

Mas mesmo com o povo comunistóide da Furb me odiando, mesmo com a Furb me mantendo numa lista negra, sem jamais me dar um único e mísero centavo de publicidade, registro aqui, com exclusividade, o que rolou:

Pré colombiano

Encarregaram o Sasse de fazer uma retrospectiva histórica da Furb e ele levou a coisa a sério.

Fez uma retrospectiva  que começou com a chegada dos espanhóis à América.

Sasse falou tanto que teve uma hora que eu pensei que o Jean Kuhlmann ia cair da cadeira, tombado pelo sono.

Borla

Devidamente paramentado com sua borla, Natelzão foi, até agora, o primeiro reitor da Furb empossado pelo Jovinão, que estava representando o Napoleão.

The Best

Melhor discurso da noite foi do Jovinão.

Durou 12,4 segundos.

DCE

Um sujeito estranho falou em nome do DCE.

O cerimonial pediu pra ele fazer discurso breve, mas ele não ouviu.

O cara falou que tem gente feliz que anda de ônibus e que no Rio de Janeiro ele tem orgulho de dizer pra todo mundo que é da Furb.

Incomodação

Por mais que tentasse, não pude prestar muita atenção nos discursos.

Sentei ao lado do Cézar Cim e do Sylvio Zimmermann bem no fundão, na última fila.

Os dois ficaram futricando o tempo todo igual a duas comadres.

Comida

O bufêt do Carlos Gomes estava ótimo.

Depois de quase três horas de discurseba, quem resistiu ficou com tanta fome que a coisa ficou parecendo um manjar dos deuses.

Natelzão

Natelzão é boa gente.

Gosto dele.

Boa sorte pra ti, Natelzão.

natel
Natelzão não escondia a felicidade de ser o único reitor até hoje empossado pelo Jovinão

  • Atenção encoxadores em geral.
  • Atenção você, amigo encoxador, que exerce com afinco sua função.
  • Câmeras do Siga instalados no Terminal da Fortaleza ajudaram a identificar um encoxador em novembro, por volta das 9 horas de uma manhã, de acordo com informações do Lairto Leite, do Seterb, em entrevista à Clube hoje pela manhã.
  • Ele havia encoxado uma passageira de 45 anos.
  • O Lairto não deu muitos detalhes, mas fica aqui nossa advertência, em mais esse serviço de utilidade pública.
  • Obrigado.

Gaspar põe Blumenau de joelhos.

Blumenau se curva diante de Gaspar.

Lairto Leite, do Seterb, deu uma entrevista assustadora hoje ao Alexandre José na RIC.

Ele disse que ainda não há consenso sobre o uso de ar condicionado nos ônibus de Blumenau porque as janelas teriam que ficar vedadas e isso no inverno seria problema por causa da gripe.

Disse que ar condicionado em ônibus eleva o custo em R$ 80 mil e isso teria que ser repassado aos usuários.

Mas o mais terrível que ele disse é que Blumenau não tem capacidade de testar um ônibus assim e depende da Verde Vale para os testes.

A Verde Vale anunciou a compra de três ônibus com ar condicionado,
recebeu um só, que não foi ainda pintado e aguarda a documentação.
Desse jeito, capaz de acabar o verão e o teste ainda não foi feito.

Mas por que Blumenau se ajoelha diante de Gaspar?

Porque, pelo visto, não existe ônibus com ar condicionado em nenhum lugar do mundo pros técnicos do Seterb irem ver, nem falar com fabricantes.

Não tem como eles saberem se funciona, como faz no inverno, se pega doença, etc.

Por isso dependemos da empresa de Gaspar.

Gaspar, um exemplo para o Brasil; bússola de Blumenau.

  • A revista América Economia andou publicando uma lista com as melhores cidades do Brasil a partir da comparação diversos itens.
  • Veja Jornal de Blumenau uma simpática tabelinha com a comparação entre Blu x Joinville e Floripa, que também aparecem na lista.
  • Blumenau ganha das três em governanças, mas perde em educação, por exemplo.

Leia no JORNAL DE BLUMENAU.

 

  • Limpando as gavetas achei um antiquíssimo jornal do diretório dos estudantes do curso de Direito da Furbosa, que eu colaborava como editor.
  • Uma das colunas tinha o singelo nome de “Sexo e Drogas na Furb”.
  • Sugeri esse nome pra dar um ar sensacionalista e de deboche à coluna.
  • Algo impensável nos atuais tempos do politicamente correto…

0000drogasfurb

Ao contrário da futricada que andam fazendo por aí, Dalírio J. Beber não vai embarcar no governo do Napoleão.

O homem prefere ficar rondando por perto pro caso de o Napoleão precisar de alguma xícara de açúcar emprestado ou algo assim.

Mas Dalirião já vai avisando: quer estar na campanha da reeleição e tem a mais absoluta certeza de que o Napoleôncio emplaca mais um mandato.

  • JPK continua fiel ao seu grupo de secretários conhecidos como “Menudos” nas internas do PSD.
  • O menudo Fernando Lenzi assumiu a superintendência de compras da Secretaria da Saúde.
  • Outro menudo, Marcel Hugo, deve assumir alguma coisa na área de gestão.
  • Cássio Quadros completa o conjunto musical assumindo a SDR por indicação do JPK.

menudos

Vadinhão recebendonovo convite do Napoleôncio

Vadinhão recebendo novo convite do Napoleôncio

  • Em sua prestigiosa coluna de hoje do Santa, Clóvis Reis confirma o surgimento de uma grande novidade na administração napoleônica:
  • André Espezim, como eu disse ontem, será o novo presidente do Seterb, desbancando o Vadinho, o sujeito mais amado pelo conjunto da administração.
  • Aliás o Vadinhão é tão amado que está sendo chamado de volta mesmo depois de, no ano passado, ter declinado do convite pra assumir o Seterb porque preferiu cuidar da campanha do Paulo Bauer.
  • Mais ainda: o Vadinho é tão amado, tão amado, mas tão amado, que JPK e Nelsonlino Santiago toparam que ele fosse pro Seterb agora.
  • No entanto, o Mário Hildebrandt e seus dois capangas armados, Lanzarin e Venezão, bateram o pé e exigiram que o Seterb fosse entregue a um legítimo PSD puro-sangue.
  • Como eu já tinha dito, o Seterb ficaria com o Mário e ficou.
  • Espezim foi diretor adm/financeiro na Secretaria Municipal da Assistência Social, da Criança e do Adolescente quando o Mário era o chefão por lá.
  • O principal desafio do Napoleão agora não é com os partidos aliados e nem com a realocação de nomes no secretariado.
  • A principal preocupação é onde colocar o Vadinho, já que, pelo que parece, a sobrevivência da administração depende dele.
  • Clovão coloca em suspenso a ida do Vadinho para o governo, apesar de destacar a admiração pessoal do Napoleôncio por ele.
  • Mas eu ainda banco Vadinho, o Bem-Amado, na Comunicação.
  • Confirmado: Vadinho vai pro governo.
  • Deve assumir a Comunicação.
  • Era pra ele ter embarcado na bateira no ano passado, mas aquela coisa toda dos JASC ainda estava fresco e a turma resolveu dar um tempo pra baixar a poeira do motódromo.
  • Napoleôncio acha ele muito competente e realizador e vai bancar ele.
  • Raimundo Mette vai pro Gabinete.
  • E o Seterb? O Seterb a gente tem que perguntar pro Mario Hildebrandt, lá no posto Ipiranga.
  • Um sujeito esteve na Nereu vociferando contra as mudanças no trânsito que alteram o sentido da Rua 7 na esquina com a Amadeu da Luz.
  • Quem vier da Amadeu e quiser ir pra Velha, vai ter que pegar a São José.
  • O sujeito não tinha base nenhuma pra meter pau no troço, mas insistiu em dizer que “os comerciantes deveriam ter sido ouvidos”.
  • Se a prefa for ouvir comerciantes, o prefeito não sai de casa de manhã porque não vai conseguir fazer nada.
  • Mas tem uma coisa ainda mais grave: a prefeitura não ouviu eu e o Alcione, que usamos a São José todos os dias e vamos ter agora uma filona pela frente.
  • Aliás, já estou combinando com o Alcionão pra gente fazer um protesto na frente do chafariz da prefeitura, levando tabuletas com os dizeres “Fora Gevaaed” e “Volta Balistieri”.
  • A placa do Balistieri quem vai segurar sou eu.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 268 outros seguidores

Agendoca

julho 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema

%d blogueiros gostam disto: