– Alô, é da Odebrecht? É o Raimundo. Tô vendendo a Casan.

 

– Quanto tu qué?

 

– 17 milhão.

 

– Fechado. Vamos pagar.

 

– Alô, Joesley?


– Fala Raimundowsky, beleza?

 

– Quer comprar a Casan?

 

– Quanto tu me faz ela?

 

– 8 milhão.

 

– Demorou, brô. Fechado. Tô mandando a grana.

 

– Alô, Gavazzoni?

 

– Fala meu guru.

 

– Vendi a Casan duas vezes. Liga pros caras do Prêmio Top de Marketing e Vendas da ADVB e me inscreve lá.