Nas planilhas da Odebrecht sobre Blumenau chama atenção a generosidade da empresa para com o Sócio 1, que em 2014 recebeu 1 milhão e 700 mil reais.

O cara passou o carnaval de bolso forrado.

Recebeu 1 milhão e 500 mil em fevereiro.

O delator disse que a empresa resolveu apoiar candidatos a prefeito da cidade.

Mas não teve eleição pra prefeito em 2014, teve?