Furor no meio político.

Nome do Raimundo aparece e delação da Lava-Jato divulgada pela Folha de SP.

Peço calma aos catastrofeiros.

Estamos no início de 2017.

Quanto mais cedo esses nomes vierem à tona, melhor.

Em 2018, mais perto das eleições, já vai ter todo mundo esquecido.

Além disso a divulgação de nomes é interessante para muitos políticos, pois vão se misturar nomes de gente que levou grana de propina com gente que simplesmente levou grana por acordos partidários ou por doações interesseiras mesmo.

Os caras da Odebrecht sabem disso.

Por isso fazem uma delação calculada, entregando um monte de nomes.

A Justiça que se vire depois com cada caso.

É muito cedo para festejar a morte do Raimundão.