Bruno Cunha inventou projeto que isenta do IPTU o sujeito que adotar um cachorro estropiado que estiver no Cepread.

Péssima ideia.

Adotar um bicho deve ser coisa emocional, de coração, não em troca de recompensa financeira.

Recompensa financeira só vale quando a polícia oferece grana pra gente encontrar bandido.

Como o mundo tá cheio de malandro aproveitador, sabe-se lá o que alguns mal intencionados poderiam fazer pra levar essa vantagem.

Tem outro detalhe:a relação custo x benefício.

Cachorro dá trabalho e gera custos fixos e despesas extraordinárias.

Da última vez que meu guapeca Pelezão ficou doente morrí com duzentão e passei 15 dias dando remédio pra ele.

Bicho também come e comida tem custo.

O sujeito que pegar um cachorro em troca de R$ 200 de IPTU, pode gastar bem mais que isso com ração durante o ano.

Você pode pagar o seu IPTU com o dinheiro do aluguel do imóvel, mas não dá pra alugar o cachorro.