Marco Antônio Wanrowsky e Marcelo Althof apareceram para uma visitinha.

Cumpriram com a obrigação de todo o visitante e trouxeram cuca.

MAW está em périplo pelos veículos de imprensa pra falar de seus planos na Comunicação.

Na conversa, levantei algumas informações importantes para o futuro da cidade, que passo a dividir com vocês.

Marco Antônio foi jogador de futebol de salão pelo Guarani.

Em 1975 o time dele disputou a final do campeonato municipal com o Três Peixinhos.

Ganharam de 1 x 0 no sufoco.

MAW foi expulso pelo juiz Alan Giovani da Silva faltando 1 minuto pra acabar o jogo.

“Uma injustiça clamorosa. Só porque demorei um pouquinho pra amarrar o cadarço do tênis ele achou que eu estava fazendo cera”.

O Guarani foi campeão com MAW (central) Beto Tesh, Pateco, Henry Mueller (irmão do Hasso) e Edmo (irmão do Bochecha). Edmo viria a ser ponta-esquerda do Palmeiras.

Nelson Teske era o técnico.

MAW e um amigo iam a pé do Garcia até a Itoupava Norte pra treinar no Guarani.

O futuro da equipe ficou prejudicado na medida em que a maioria dos integrantes passava mais tempo no bar do que nas quadras.