• Outubro de 1980.
  • Colégio das freiras de Rio do Oeste.
  • Eu estudava lá.
  • Ronald Reagan é eleito presidente.
  • Pavor entre as freiras. Uma delas, propôs, em sala de aula, que fosse feita uma missa pedindo para que Deus nos protegesse.
  • Ela achava que se cumpriria um dos segredos da Fátima: a hecatombe mundial, uma terceira e definitiva guerra.
  • Intelectuais nos jornais debochavam da limitação intelectual do ex-ator de filmes de faroeste B.
  • O Pasquim o desenhava como louco, megalomaníaco, belicoso e intervencionista.
  • Deu-se o contrário.
  • Reagan desarmou os EUA e a Rússia, derrubou o muro de Berlin.
  • Repetem-se as previsões com o Trump.
  • Mas Trump sozinho não fará nada.
  • Ao contrário do Brasil, nos EUA o presidente depende muito do Congresso.
  • Não há medidas provisórias.
  • Obama não pôde fazer muito do que planejou porque o Congresso não deixou.
  • Trump não fabricará os 1.200 novos aviões de guerra que prometeu sem o Congresso.
  • Não elevará o número de militares sem o Congresso.
  • Não obrigará todos os estados a liberar as armas só porque quer.
  • A restrição aos imigrantes já acontece.
  • O muro com o México já existe.
  • As pessoas não votaram no Trump pra ele invadir a Rússia ou a Síria.
  • Votaram porque querem empregos.
  • É em cima da economia doméstica que Trump vai ter que rebolar.