Se cada candidato fosse obrigado a pagar uma “taxa abracional” 19 centavos por cada abraço dado na campanha, a gente já teria arrecadado o suficiente pra fazer duas pontes do centro, a ligação Velha-Garcia e ainda dava pra renovar 100% da frota de ônibus.

Aliás são tantos os abraços que dava até para criar um Fundo Municipal para aplicar em ações contra o aquecimento global e a fome na África.