Por causa da baixa procura, a Furb cancelou novas inscrições para diversos cursos.

A informação foi postada agora na página do Sinsepes, o sindicato dos funcionários da Furb.

Na nota, a turma do Sinsepes cai de pau na Furb.

“Chocante” e “Erro gravíssímo de Comunicação e Marketing” são algumas das expressões de pavor e estupefação utilizadas na nota.

 

Veja a lista dos cursos atingidos:

 

Administração
Educação Física (bacharelado e licenciatura)
Engenharia de Telecomunicações
Engenharia Elétrica
Farmácia
Jornalismo
Design
Engenharia de Telecomunicações
Moda
Química (bacharelado e licenciatura)
Tecnologia em Comércio Exterior
Ciências Econômicas
Engenharia de Alimentos
Engenharia Florestal
Sistemas de Informação

 

Veja a íntegra da postagem do Sinsepes:

 

A FURB divulgou no mês de julho que, por terem o número de inscritos inferior ao número de vagas fixadas, 15 cursos de graduação sofreram o cancelamento da abertura de primeira fase na universidade, neste segundo semestre. No entanto, a decisão ocorreu um mês antes do prazo destinado ao fim das matrículas para calouros (vestibular/histórico escolar/enem), previstas no calendário acadêmico até o dia 12 de agosto.

Coordenadores de cursos afetados questionam a decisão da universidade. Em pleno período de matrículas para calouros, durante as duas primeiras semanas de julho, não havia nenhuma informação no site da instituição para as matrículas de calouros, apenas um lembrete para veteranos. Os cursos com turmas canceladas no período matutino foram: Administração, Educação Física (bacharelado e licenciatura), Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Farmácia, Jornalismo. E no período noturno: Design, Engenharia de Telecomunicações, Moda, Química (bacharelado e licenciatura), Tecnologia em Comércio Exterior, Ciências Econômicas, Engenharia de Alimentos, Engenharia Florestal e Sistemas de Informação. Não está descartada a hipótese de outros cancelamentos, dependendo da demanda.

“A universidade também precisa olhar seu equilíbrio financeiro. Mas o que chama a atenção neste semestre é o número de cursos cancelados”, alerta a Chefe da Divisão de Registros Acadêmicos (DRA), Iara Cristina Thewis. A decisão foi tomada pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação, Ensino Médio e Profissionalizante da FURB, por meio de seu pró-reitor, prof. dr. Mauro Scharf.

“Não sabemos o que aconteceu. Quando estávamos avaliando com o Centro Acadêmico como proceder, afinal temos um mês pela frente, veio a decisão de cancelar a turma, em desrespeito aos interessados. É chocante! Erro gravíssímo de Comunicação e Marketing. Inaceitável para qualquer perspectiva de gestão”, desabafou ao expressão professora de curso atingido pela medida, em 14 de julho.