Prefeitura não renovou com a Piracicabana.

O que ela fez foi um contrato emergencial novo.

Como não apareceram interessados, foi feito um contrato com a única empresa em condições de atender, no caso, a gloriosa Piracicabana.

Licitação para a nova empresa em definitivo está no Tribunal de Contas.

Lá os caras estão fuçando pra ver se pegam alguma coisa errada e já sugerem adequações pra não ter churumela depois.

O problema é que a coisa foi entregue pela prefeitura dia 2 de junho e o prazo pros caras devolver é dia 2 de agosto.

Dois meses é muito tempo.

Diante da urgência não custava dar uma apressada nas coisas.