Jovinão acaba de me dar uma entrevista sobre a CPI do Jovinão.

Para mostrar que o deck em seu sítio foi apenas reformado e não construído novo, ele apresentou foto de um pé de goiaba que cresce numa das frestas.

Sugiro que ele arrole o pé de goiaba como testemunha de defesa.

O que ele me disse:

1) Toda a eleição inventam coisa contra ele. Chegaram a despachar 30 mil panfletos caluniosos contra ele em 2012, a partir de uma agência dos Correios de Floripa. Em 2008 foram 7 mil cartas detratoras.

2) “Já estou acostumado com calúnias”.

3) O funcionário Alexandre nunca trabalhou no sítio. “Vou provar”.

4) J. Forest usou em seu vídeo denunciador uma foto do Alexandre no sítio num domingo em julho de 2015, andando a cavalo. Mas ele só foi nomeado em agosto de 2015. “O vídeo é uma fraude”.

5) Dois assessores do J. Forest se apresentaram no sítio como funcionários da Furb. “Falsidade ideológica”.

6) Jovino comprou o sítio em 2015. “As construções existentes no sítio são de 1978”.

7) Fotos aéreas da prefeitura de 1981 mostram nove telhados no terreno. “São os mesmos de hoje. Não teve construção nova”.

8) Na época era permitido construir na beira do rio. No local chegou a funcionar uma distribuidora de bebidas devidamente licenciada.

9) Um pé de goiaba cresce numa das frestas do muro que sustenta o deck, provando que ele já estava lá há muitos anos. “Perícia vai mostrar a idade do deck, que foi reformado e não construído como alegam”.

10) Todos os imóveis estão relacionados em suas declarações de bens à Justiça Eleitoral.

11) “A CPI vai ter que provar as acusações e eles não vão conseguir”.

12) “Podem procurar o que quiserem. Não vão achar nada”.

13) “Vou sair fortalecido para a eleição”.


Base do deck é tão antiga que tem até pé de goiaba incrustado. O pé de goiaba deverá testemunhar na CPI do Jovinão


Jovino assinala que J. Forest usou em vídeo imagem de assessor antes de ele ser nomeoado