Moacir Pereira no Santa de hoje crava que Jeanzão será candidato pelo PSD e Ivanzão pelo PDT.

Eu acho que não em nada definido, tudo pode mudar em cima da hora.

Veja a nota do Moacir:

Andar das eleições em Blumenau

Faltando três meses para a realização das convenções municipais, o eleitorado de Blumenau não conhece sequer a nominata dos candidatos a prefeito. As principais indefinições se registram no PMDB e no PT, partidos que durante décadas se revezaram no comando da Prefeitura e se constituíram nas principais forças políticas.

O PSDB não tem dúvidas. O prefeito Napoleão Bernardes é candidato à reeleição. Trabalha por uma nova aliança, já sabendo que não contará com legendas fortes, como em 2012. Bernardes foi eleito no segundo turno com 70% dos votos. Mas também enfrenta dificuldades, como a queda da arrecadação, além do sistema de transporte coletivo.

O comando do PSD não tem dúvidas. O candidato é o deputado estadual Jean Kuhlmann, que já coordena uma série de 35 reuniões nos bairros para ouvir sugestões destinadas ao plano de governo.

O diretório estadual do PMDB tem um candidato preferencial: o reitor da Furb, João Natel Machado, presidente do diretório municipal. As mudanças no partido provocaram cisão interna, com cancelamento da filiação do vereador Beto Tribess e do ex-secretário Cesar Botelho. O secretário Paulo França terá hoje uma conversa com o deputado Valdir Cobalchini, vice-presidente do PMDB estadual. Na sexta-feira, o presidente Mauro Mariani e Cobalchini estarão em Blumenau para definir a candidatura do reitor João Natel.

O PT realizará prévias entre a deputada Ana Paula Lima e o vereador Jefferson Forest. E o PDT concorrerá com o vereador Ivan Naatz.