• Dalirião está defendendo um projeto de duplicação da Silvano Cândido da Silva, para uma ligação mais rápida com a BR-470.
  • Em postagem anterior, dei um sarrafo na ideia, dizendo que precisamos nos concentrar em outras prioridades, como o Contorno de Gaspar.
  • Dalirião me ligou pra explicar que, ao contrário do que eu disse, a duplicação não chegaria aos paredões de rocha.
  • O projeto prevê a duplicação entre a BR-470 e a área onde fica o novo presídio.
  • A partir daí, haveria um desvio complementado por uma ponte que sairia perto do Sesi, na Rua Itajaí.
  • Dalírio estima o custo da obra em R$ 70 milhões, bem abaixo do valor necessário para o Contorno de Gaspar.
  • “É um valor mais fácil de conseguir”, ponderou. “E é preciso avançar com o projeto para futuramente obter os recursos”.
  • Dalírio disse ainda que a solução complementaria os anéis periféricos já previstos desafogaria o centro de Gaspar.
  • Tudo bem, mas aí surge uma grande questão: se não servir mais para a travessia de blumenauenses em direção à praia, Gaspar ainda terá alguma utilidade? Valerá a pena manter a cidade funcionando?