• O comandante do 10º BPM, coronel Carlos Alberto Fritz Bueno, pediu demissão.
  • A Nereu ouviu a coronel Claudete Lehmkuhl, comandante da 7ª Regional da Polícia Militar, que é chefe dele.
  • Não ouvi a entrevista, mas o Alexandre Gonçalves do Informe Blumenau ouviu e informou que ela disse as seguintes frases:
  • Eu entendo a atitude dele (do tenente coronel Alberto) e apoio. Se não consegue ser mais produtivo, tem que sair mesmo”.
  • “Cobro comprometimento, lealdada e efetividade”.
  • “É preciso criar outros mecanismos para diminuir criminalidade, sem nos acomodar”.
  • Alexandre escreveu que “Durante a entrevista de hoje, Claudete Lehkmuhl reconheceu a dificuldade do efetivo, mas dá entender que é preciso mais criatividade na utilização do policiamento na cidade. Ela está propondo uma redistribuição dos policiais, o que não teria sido bem aceito“.
  • Ou seja: a coisa não andava muito boa entre os dois e a coronel desceu a ripa no homem, dando a entender que ele não era produtivo nem efetivo.
  • Enquanto isso, o espírito do Koglin volta a flutuar sobre o Vale.