• O governador Cristovão Colombo vem a Blumenau semana que vem inaugurar o inconcluso novo presídio.
  • Enquanto isso, no Santa de hoje, o atual diretor nos oferece um choque de sinceridade ao dizer que o presídio velho vai continuar existindo ad eternum.
  • As promessas de que em 2018 o presídio velho, infecto e fedorento seria demolido, com a conclusão do atual, não se sustentam, diz o diretor.
  • O cara cita dois exemplos.
  • Em Criciúma, o velho e pulguento presídio Santa Augusta daria lugar a uma praça depois de inaugurado o novo.
  • O novo foi inaugurado e o Santa Augusta continua funcionando.
  • Em Itajaí, o piolhento Matadouro também seria demolido após a inauguração da Canhanduba, mas não foi e tá cheio de preso lá.
  • “Em Blumenau vai ser a mesma coisa”, disse o sujeito.
  • O nome do diretor é Marco Antônio Caldeira.
  • Ele dirige o presídio atual e será o diretor do novo.
  • Com um sobrenome desses, deveria continuar onde está.