• A principal futrica do dia foi a notícia da venda da RBS em SC.
  • Paulo Alceu, ex-RBS e atual RIC, publicou no Twitter que a RBS vendeu suas operações em SC para o investidor gaúcho bilionário Lírio Parisotto.
  • Pra nós isso significaria que o Santa mudaria de dono pela 87ª vez.
  • Logo a RBS expeliu uma nota oficial negando o troço.
  • Paulo Alceu reagiu com o seguinte comentário, meio que bancando a coisa:
  • “Não é de hoje que conversas de bastidor envolvem a venda da RBS de Santa Catarina. Abordei este tema nesta sexta feira de Carnaval de que teria sido concretizada a venda da operação aqui no Estado para o investidor Lírio Parisotto. Um assunto recorrente nos meios empresariais e políticos. A RBS, por sua vez, em nota oficial objetiva negou a transação comercial afirmando continuar operando normalmente em Santa Catarina. Claro que por trás de uma venda que se comenta o envolvimento de R$ 700 milhões haja uma série de interesses e implicações. Trata-se de uma concessão pública que exige anuência dos concessionários ou seja do governo federal. Sem entrar em detalhes nas repercussões de mercado devido à troca de comando de uma empresa de comunicação que escreveu uma história e escreve. Vamos aguardar o desenrolar dos fatos….”

  • A moda das assessorias de imprensa é o tal de media training.
  • É um troço que fazem pra aproximar as empresas da imprensa. Muito utilizado em momentos de crise.
  • A Piracicabana contratou uma assessoria de imprensa e hoje resolveram colocar o media training em prática.
  • Convocaram uma coletiva com o Maurício Queiroz, diretor jurídico e institucional da empresa.
  • Maurício pode ser facilmente confundido com o Leandro Hassum antes do regime.
  • A coletiva foi na garagem da Penha.
  • Os jornalistas esperavam no pátio da frente sob sol tórrido quando uma assessora pediu se o pessoal preferia entrar para fazer a entrevista.
  • “Claro”, respondemos, uníssonos, pensando que nos levariam para uma sala com ar condicionado, água e cafezinho, como manda o bom media training.
  • Mas nos mandaram pro pátio interno, onde, além do calor, tinha o ronco dos ônibus.
  • Água, só a das baterias dos veículos.
  • Teve repórter com lencinho pra enxugar a testa e uma repórter acocorada segurando microfone.
  • Mauricio respondeu a uma batelada de perguntas sobre todas as quebradeiras, falhas, confusões, atrasos e mal entendidos.
  • A entrevista não serviu pra nada.
  • Maurício foi dando desculpas e embromando do jeito que pôde.
  • Embromou tanto que acho teve uma hora que nem ele mesmo estava acreditando no que falava.
  • A única coisa de útil que ele disse é que devem vir mais 50 ônibus melhorzinhos.
  • Em resumo: a primeira coletiva da Capivariana foi em condições tão emergenciais e precárias quanto os ônibus que mandaram pra cá.

  • Na coletiva do Napoleão sobre o transporte coletivo na semana passada, o Becker estava na mesa.
  • Hoje na coletiva da Piracicabana, entrou um caminhão do Becker na garagem da Penha.
  • Começo a suspeitar de que o Becker é o grande articulador e estrategista envolvido em toda a operação, sendo provavelmente sócio oculto da Piracicabana.
  • Não me surpreenderia se descobríssemos que o Napoleão não passa de um simples fantoche manipulado pelas hábeis mãos do maquiavélico Becker.


Piracicabana diz que irá instalar internet na frota.

Se for nesses ônibus, com certeza deve ser a internet discada.

  • Ao sair de casa neste feriado de Carnaval, certifique-se de que todas as portas e janelas estejam trancadas.
  • Veja o caso do Lula.
  • A Odebrecht e a OAS reformaram o sítio e o triplex dele e ele não sabia.
  • Se você não tomar cuidados com a segurança, a qualquer momento a Odebrecht e a OAS podem invadir sua casa para fazer reformas, instalar cozinhas de luxo ou elevadores privativos sem a sua autorização…

Piracicabana roda em Blumenau com passagem grátis pelo quinto dia.

Se a coisa evoluir nesse ritmo, com mais ônibus quebrando e mais gente reclamando, periga de os caras começarem a próxima semana pagando R$ 1,00 para cada pessoa que concordar em embarcar.

  • Vanderlei ocupou a tribuna para dizer, de forma peremptória, que João Natel e César Wolff são mentirosos.
  • Depois Vanderlei votou contra uma moção de reconhecimento ao César Wollf proposta pelo Ivanzão.
  • Vanderlei processou o Mário por calúnia porque o Mário encaminhou denúncias de crime eleitoral contra ele.
  • Natel e César Wolff não vão processar o Vanderlei por serem chamados de mentirosos.
  • Ninguém processa o Vanderlei por calúnia porque ninguém leva a sério as calúnias dele.

Teve um padre dando benção aos vereadores na sessão de hoje.

O certo mesmo era pedir pra ele benzer os ônibus da Piracicabana.

Frase do Zeca Bombeiro: “Todo mundo tem um amigo. Que atire a primeira pedra quem não tem um amigo”.

Registro para reflexão de todos.

  • Ivanzão esteve na Câmara denunciando falcatrua na licitação do transporte escolar.
  • Segundo ele, a empresa que fraudou a licitação fechou o contrato pela METADE do preço do contrato anterior.
  • Ivan prometeu avançar na denúncia.
  • Só esperamos que, uma vez comprovada a fraude, a prefeitura não seja condenada a refazer o contrato pelo dobro, pois estamos diante de uma rara denúncia de corrupção ao contrário…
  • Mein Kampf, o livro do Hitler, acaba de cair em domínio público.
  • Traduzido como Minha Luta para o português, o livro é um marco histórico do Século XX e tenho por ele enorme curiosidade.
  • Pena que está sendo difícil de encontrar.
  • Algumas das principais editoras brasileiras, numa decisão boboca, informaram que não irão imprimir o livro.
  • Agora um juiz tolinho do Rio resolveu censurar a obra, fazendo com o livro justamente o que Hitler fazia quando proibia obras e determinava a queima de livros em fogueiras públicas.
  • A justificativa para bloquear o livro é que ele dissemina ideias racistas.
  • Bobagem. O efeito, aliás, pode ser o contrário, Muita gente que nega os efeitos maléficos do nazismo vai se deparar com a realidade cruenta do pensamento hitleriano escrito por ele próprio.
  • Proibir o livro só ajuda a ideologia nazista.
  • Mania tosca e muito comum no Brasil dos iletrados: tutelar as pessoas intelectualmente, como se pudessem se contaminar com ideias ruins apenas por conhecê-las.
  • Apesar de todo o barulho, Mein Kampf pode ser baixado na internet.

 


  • Ivan Naatz acaba de conseguir a CPI que ele tanto ama.
  • Cézar Cim disse na Nereu, há poucos minutos, que assina o pedido de CPI contanto que ela investigue “desde o início do Siga”.
  • Cimzão foi enfático ao PC e disse que é favorável à CPI nestes termos.
  • Anotou, Ivan?
  • Então podes reapresentar o pedido ainda hoje, tomando o cuidado de colocar “desde o início do Consórcio Siga”.
  • (Na verdade eu não sei se o Cim estava prestando atenção no que ele próprio falava, mas não dava pra não inticar…).

  • Nesta imagem vemos duas ciclovias.
  • A de cima é de uma cidade normal, feita por pessoas normais, de uma prefeitura normal, onde trabalham técnicos e profissionais normais, onde elegem sempre uma pessoa normal para prefeito e o prefeito escolhe pessoas normais para assessorá-lo.
  • Ela tem pintura toda em vermelho com uma faixa central e flechas que indicam os sentidos.
  • Esse tipo de sinalização deixa tudo muito claro e ninguém se confunde.
  • A imagem inferior é de uma ciclovia feita por pessoas que habitam especificamente a cidade de Blumenau.
  • No ano passado Vanderleizão moveu queixa crime contra o Mário Hilderbrandt.
  • Vanderlei acusa Mário de ter caluniado e difamado ele numa denúncia de malversação de verba pública.
  • Mário tinha feito um discurso onde acusou o Vanderlei suposto desembolso irregular de verbas, improbidade e crime eleitoral com base em relatório feito pelo controlador interno da Câmara, André Espezim.
  • Fulo da vida, Vanderlei meteu um processo contra o Mário e o Espezim.
  • Foi divulgada agora decisão do promotor Hélio Fiamoncini indeferindo o troço.
  • Hélio disse entre outras coisas que Mário tem “imunidade constitucional” e pode falar o que lhe der na telha.
  • Ele citou o art. 23 do código penal que “garante a irresponsabilidade civil e penal do vereador pelas críticas, denúncias e votos externados no exercício do mandato”.
  • Disse o promotor que um vereador pode falar o que quiser “sob o manto da inviolabildade”, até mesmo quando sua palavra possa ser classificada como “crime contra a honra”.
  • Sobre o Espezim o promotor disse que o sujeito está na função dele e que os trâmites estavam corretos.
  • Com base nisso, o promotor rejeitou a queixa-crime.
  • Nem sei porque o Vanderlei embarcou nessa.
  • Ele sempre falou o que quis, fez as denúncias mais cabeludas e ninguém nunca processou ele.
  • A situação do Vanderlei é muito simples: basta ele provar inocência perante o Tribunal de Contas.
  • Nem mesmo quando ele ocupou a tribuna pra dizer que tinha sido ameaçado de morte por um colega vereador.


Vanderlei meteu queixa crime contra Mário

  • Já que o assunto em Blumenau é ônibus de graça, tem uma turminha de esquerda falando o tempo todo que existe ônibus de graça numa cidade do Rio.
  • Maricá tem um prefeito do PT. É uma das cidades que mais recebem royalties de petróleo.
  • Os ônibus grátis atendem a apenas algumas linhas feitas pela empresa municipal.
  • As demais são feitas por empresas privadas, cujas receitas não caem do céu como os royalties.
  • Ou seja: em determinadas rotas, cidadãos andam de graça, mas dependendo do bairro que você mora, você precisa pagar.
  • Tremenda injustiça.
  • Maricá não tem como bancar transporte grátis pra todo mundo, mas o prefeitão do PT se projeta estadualmente com essa farsa em que despeja alegremente recursos públicos para beneficiar apenas uma parte da população.
  • Farsa que, dependendo da situação da Petrobrás, pode se tornar insustentável, assim como as maravilhosas bondades do Chavez que quebraram a Venezuela após a queda do preço do petróleo.

  • Durante a sessão de ontem, Mário e Célio Dias deram uma fugidinha e participaram de uma reunião secreta entre eles pra decidir se um renuncia pro outro assumir.
  • Voltaram minuto depois dizendo que não decidiram nada e continuaram ensebando.
  • Fábio Fiedler ficou só observando.

  • A Rodovel protestou ontem mandando circular um ônibus com o letreiro “Obrigado Napoleão”.
  • Na Câmara, Ivan Naatz fez um emocionado pronunciamento em defesa da Rodovel, bradando que Napoleão deveria tê-la fortalecido, junto com a Verde Vale.
  • Hoje pela manhã, na Nereu, Ari Germer não se mostrou solidário com a Rodovel e ajudou Napoleão a meter mais um prego na tampa do caixão da empresa.
  • Perguntado a respeito do protesto e sobre a situação da Rodovel, respondeu:
  • “Tiveram uma empresa na mão e não souberam cuidar, tem que fechar”.
  • Placa de ônibus da Piracicabana preferida do Ivanzão tem o prefixo CPI.
  • Os vereadores da base do governo não sobem nele de jeito nenhum.
  • O Becker pode até subir, mas desce rapidinho.

  • A cópula do PMDB estadual decidiu que quer ter candidatos em todas as cidades onde existem emissoras de TV.
  • A ideia é usar a TV para fixar melhor a imagem do partido, fortalecendo lideranças para 2018.
  • Em Blumenau o ungido foi o João Natel, que deverá ser o candidato a prefeito caso a coisa caminhe nessa direção.
  • Jovinão anda por aí meio cabisbaixo e parece não almejar o posto de candidato.
  • Semana passada encontrei ele e ele disse que seria candidato a vereador, pois não poderia ficar sem mandato para não perder força eleitoral em 2018.
  • Dizem que Paulo França seria o candidato preferencial do PMDB local para concorrer a prefeito.
  • Não tenho visto muito empenho dele nesse sentido.
  • Além disso, a Secretaria de Obras não vem tendo muita coisa pra mostrar, além de incomodações com vários grandes projetos que não andam ou atrasam.
  • Pelo jeito, comendo pelas beiradas e bem quietinho, o Natelzão vai conseguindo o que quer: projetar-se na eleição de agora para ser candidato forte em 2018.

Nem tudo o que os políticos falam é mentira.

Napoleão disse que o rompimento com o Siga seria traumático e está sendo.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

  • Não é verdade que todos os ônibus circulam em #Blumenau com documentação irregular. Alguns quebram. 3 days ago
  • Frase do Zeca Bombeiro: “Todo mundo tem um amigo. Que atire a primeira pedra quem não tem um amigo”. Registro para reflexão de todos. 3 days ago
  • Teve um padre dando benção aos vereadores na sessão de hoje. O certo mesmo era pedir pra ele benzer os ônibus da Piracicabana. 3 days ago
  • Tem tanta emergência em #Blumenau que daqui a pouco o Napoleão começa a despachar no Pronto-Socorro do Santo Antônio. 4 days ago
  • Nem tudo o que os políticos falam é mentira. Napoleão disse que o rompimento com o Siga seria traumático e está sendo. 5 days ago

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 219 outros seguidores

Agendoca

fevereiro 2016
S T Q Q S S D
« Jan    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
29  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema; Blog with coments about cine; Blog con críticas de películas

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 219 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: