• Bom dia!!!
  • Tenham todos uma ótima semana!!
  • Motivos não faltam. A revista Época mostrou ontem que uma nora do Lula mama há oito anos no Sesi de São Bernardo, berço do PT, onde não aparece, ganhando R$ 13 mil por mês (olha aí o 13 do PT, gente!).
  • De lá pra cá ela embolsou R$ 1.092,00 sem ser incomodada, visto que usava sobrenome de solteira (quem disse que petista é burro?).
  • Já a mulher do mensaleiro João Paulo Cunha ganha R$ 22 mil por mês no mesmo Sesi, desde 2003. Passou incólume até mesmo pelas acusações de ter ido receber dinheiro do mensalão num shopping, onde disse que foi pagar a conta da TV a cabo com R$ 50 mil na bolsa.
  • Ela já levou pra casa R$ 3,1 milhões em salários.
  • Uma amiga indicada pelo Delúbio recebe R$ 36 mil mensais, segundo a Época.
  • Que outros partidos sejam sócios do PT na farra com o dinheiro de fontes oficiais, a gente entende, mas participação do venerável e vetusto Sistema S pra mim é novidade…
  • Um ministro, um governador, um senador, 14 presidentes sul americanos e um comboio da ONU estiveram em Blumenau hoje, superlotando o Salão Nobre pra assinar liberação de pavimentação de meia dúzia de ruas.
  • A verba monstruosa de R$ 10 milhões não dá nem pra comprar os carros do Collor.
  • Já que a BR-470 empacou, a Ponte do Vale parou, a Ponte de Ilhota parou e o contorno de Gaspar não sai, o jeito é alegrar nossa alma alemã com qualquer migalhinha que cai da mesa da Dilma.

  • O Jornal de Santa Catarina divulgou hoje, com exclusividade, o novo slogan da Secretaria de Turismo de Blumenau.
  • “O Brasil de Alma Alemã”.
  • Uma espécie de Alemanha Sem Passaporte II – A Missão.

  • Ao contrário de entrevista ao Santa semanas atrás, onde deu uma bela de uma ensebada e não disse nem sim, nem não, Napoleôncio disse ao Rodrigo Vieira, na Nereu, há pouco, que vai ser candidato à reeleição.
  • Chegou tarde.
  • Jeanzão já estava ontem nas sinaleiras distribuindo um santinho, digo, um folheto de prestação de contas.

  • Quando você quer uma coisa, você vai e faz, mesmo com opiniões contrárias.
  • É o que acontece com a Ponte do Centro. Napoleão quer fazer a qualquer custo, não importando quem é contra.
  • Quando você não quer fazer algo, você procura alguma desculpa e, nessas horas, as opiniões contrárias são uma benção.
  • É o que acontece com a Guarda Municipal Armada, que Napoleão prometeu e se arrependeu.
  • Na Nereu hoje de manhã, ele disse que quem vai decidir se haverá guarda municipal é o povo, “democraticamente”.
  • Ele só precisa torcer pra turma ser contra.
  • Os que quiserem sacanear ele é só votar a favor.
  • Algumas promessas inúteis de campanha podem dar incômodo.
  • Napoleão inventou de prometer o tal Remédio em Casa e agora precisa cumprir.
  • Disse na Nereu que o programa vai atender apenas pessoas acamadas.
  • Ora, pessoas acamadas não compram remédios porque tem alguém comprando por elas. Alguém abre a janela pra elas, faz comida, etc, senão elas teriam morrido.
  • Como as pessoas acamadas não saem pra comprar remédio, quem compra remédio pra pessoas acamadas pode andar.
  • Logo, o programa não vai beneficiar diretamente as pessoas acamadas, mas sim pessoas não acamadas que hoje têm a tarefinha chata de ir comprar remédio e não vão mais precisar ir.
  • Algumas, inclusive, vão ligar pra prefeitura pedindo remédio em casa e em seguida pegam sua BMW e vão dar um rolê no shopping em vez de ir buscar o remédio.

Principal fato político dos últimos dias: Robinho tirou aquela barba de bandoleiro mexicano dos faroestes do Giuliano Gemma.

  • Notícias de Blumenau:
  • Homem preso no Angeloni roubando* picanha (http://is.gd/woMvie)
  • Mulheres presas no Neumarkt roubando roupas (http://is.gd/cilSHc)
  • Moral da história: a crise tá braba mesmo e já deixa a população com dificuldades em alimentação e vestuário.
  • *Por favor não venham explicar a diferença entre furto e roubo, porque eu sei. O popular é roubo mesmo e eu gosto mais.
  • Aliás todos dizemos que político ladrão tava “roubando” e não “furtando” dinheiro público.
  • Napoleôncio devia estar sem nada de importante pra fazer e veio me visitar sem avisar.
  • É a segunda vez que ele vem na empresa tumultuar o ambiente.
  • Pão-duro como sempre, não trouxe cuca e pediu se tinha alguma coisa pra comer.
  • Dei um pacote de bolachas velhas pra ele.

  • A jornalistada adora falar em “oportunidades na crise”.
  • A jornalistada vive falando em “empreendedorismo” em tempos de crise.
  • É um tal de “Xô crise” pra cá e “driblando a crise” pra lá que ninguém mais aguenta.
  • Cada case de sucesso resulta em sentimento de culpa pra quem precisou demitir pessoas ou fechar a empresa.
  • Mas o feitiço também vira contra o feiticeiro.
  • O Portal Comunique-se, badalado ponto de encontro virtual de jornalistas, lançou workshop com dicas pra quem quer ser freelancer.
  • O título é: “Dicas pra quem deseja atuar como freelancer”.
  • Quem ministrou a palestra foi, coincidentemente, uma jornalista classificada como “empreendedora”.
  • Os senhores sabem o que pé freelancer?
  • É uma palavra bonitinha pra jornalista desempregado.
  • Jornalista não quer ser freelancer. Não quer empreender.
  • Jornalista quer emprego pra ficar no quentinho.
  • Xô crise.

  • A Câmara de Blumenau aprovou ontem projeto da prefeitura que acaba com a prova escrita para candidatos a diretor de escola municipal.
  • Devia ser um suplício pra essa turma vencer a eleição e ainda ter que fazer uma redação sem copiar do livro do MEC ou, quem sabe, fazer conta de multiplicar sem calculadora.
  • Agora, qualquer socó pode ser candidato a diretor na base do nós fumo e nós vinhemo.
  • Sou um socó. Estou pensando em me candidatar.
  • O projeto teve o apoio do PT.
  • O PT não se preocupa com educação. O PT se preocupa só com o professor, seu grande eleitor.
  • O PT apoia qualquer coisa pra fazer média com professor, não importando qual o impacto na educação.
  • Você viu o Pizzolatti por aí?
  • Provavelmente não, né? Eu e você sabemos que o homem é secretário extraordinários de investimentos em Roraima.
  • Mas se por acaso você viu, avisa pra ele que a Polícia Federal está atrás das coisas dele, pra cumprir mandado de busca e apreensão na Operação Politéia, decorrente da Lava Jato.
  • Agentes já estiveram no sítio dele em Pomerode e no apartamento de Balneário Camboriú e continuam fuçando por aí.
  • Se ele ficar constrangido, diga pra ele não se preocupar, pois está em boa companhia: os caras foram também no apartamento do Collor em Alagoas e de mais uma meia dúzia de gente ilustre.
  • JPK, motorista da Kombi do PSD em Blumenau, está em périplo pela cidade hoje.
  • Vai ficar com os ouvidos entupidos de reclamações dos passageiros da Kombi.
  • Dois deles já falam abertamente que querem deixar o partido: Lanzarin e Veneza estão com um pé e meio no PR.
  • Entre os principais motivos da chiadeira está o comportamento patrolador do FF, que ressurgiu fortalecido da tumba.
  • Depois de ser descassado pelo TSE, o homem está desagradando os passageiros por seu apetite por espaços dentro da já apartada Kombi.
  • As coisas não andam muito tranquilas pelos lados do PSD.
  • Os suplentes Marcelo Lanzarin e Antônio Veneza devem ser os primeiros a deixar o partido.
  • Eles devem ir para o PR.
  • Outros podem fazer o mesmo.
  • Lanzarin disse hoje que a decisão está praticamente tomada.
  • Ele ainda deve ter uma reunião com o JPK nesta terça, mas adianta que a decisão está praticamente tomada.
  • “Devo anunciar meu ingresso no PR nas próximas semanas”.
  • Veneza também está descontente.
  • “Tenho convites de vários partidos, mas devo ir para o PR. Ainda não defini a data, mas estou muito descontente com algumas coisas que vêm acontecendo no partido”.
  • Algumas alas do PSD estão descontentes com os rumos do partido.
  • Há os que reclamam da proximidade de Mário Hildebrandt com Napoleão.
  • E há os que reclamam do modus operandi do Fábio Fiedler, acusado de agir em benefício próprio, atropelando os demais.
  • Está nas mãos de João Paulo Kleinübing a adoção de atitudes capazes de acalmar os ânimos dos renegados.

  • O tal Plano Municipal de Educação é mesmo um corta-e-cola do Plano Nacional de Educação.
  • Tanto que o plano de Blumenau faz dez referências ao atendimento especial voltado aos quilombolas e comunidades indígenas.
  • Dez!!!!
  • Eu disse DEZ!!!
  • Ninguém em sã consciência iria perder tempo enfiando dez vezes essas coisas no plano de uma cidade que não tem nem uma coisa, nem outra.
  • Essas coisas só foram colocadas no plano porque é tudo copiado e a turma gosta e encher linguiça com obviedades politicamente corretas.
  • Na sessão de ontem da Câmara, o Mário tentou remover esses penduricalhos ideológicos inúteis que tanto agradam ao PT e aos comunistóides.
  • Não conseguiu.
  • Como apoio do indigenista Fábio Fiedler, o antropólogo Célio Dias, o cientista político Jens Mantau e o sociólogo Oldemar Becker, as diretrizes foram mantidas.
  • Essa foi mais uma bobajada defendida pelas esquerdas perfumista.
  • O auditório aplaudia a manutenção de cada uma das menções e vaiava o Mário.
  • O desafio agora é encontrar alguma comunidade indígena ou quilombola na cidade pra Heleniçona atender.
  • FF, Mantau, Celião e Becker na semana que vem se juntarão à turma do PT pra ver se catam algum quilombola ou algum índio perdido por aí.
  • Fábio Fiedler pode aproveitar o embalo e fazer projeto para incluir a língua xokleng no ensino básico, enquanto que Jens Mantau agora pode incluir as tradições caingangues em seus programas folclóricos.
  • Bomba: o promotor Gustavo Mereles impenetrou uma notificação contra a prefeitura para que ela investigue venda irregular da Glória.
  • De acordo com a denúncia, a empresa foi vendida para novos controladores. A empresa nega.
  • Essa alteração na composição societária, de acordo com o MP, fere a legislação e pode resultar em anulação da concessão ou até mesmo intervenção na empresa.
  • A denúncia apresentada pelo MP traz detalhes envolvendo coisas emocionantes como:
  1. Depósito de R$ 1,5 milhão numa transação.
  2. Registro de 250 protestos e devolução de 50 cheques sem fundo.
  3. Os nomes dos novos proprietários são José Eustáquio Ribeiro Urzedo e Múcio Brandão Moreira.
  4. Betinho é apenas administrador da empresa e não mais sócio-proprietário.
  5. Apropriação de valores pertencentes ao sindicato dos motoristas e cobradores.
  6. Etc
  • Ônibus da Glória parados.
  • Motoristas em greve.
  • Nada a ver com o sindicato.
  • A Gloria simplesmente não pagou os salários.
  • Desde que se viu envolvida numa obscura operação de venda em 2013, confirmada e depois negada, a Glória se transformou numa caixa preta.
  • Para a prefeitura, a situação é cabulosa.
  • Deixar a coisa seguir dessa forma claudicante é temerária, mas fazer valer o contrato de concessão e colocar a mão nessa cumbuca pode resultar numa situação ainda pior.
  • A RIC tentou uma entrevista com o presidente do BEC, mas o homem fez exigências: falou pro Emerson Luis que só falaria se não houvesse edição.
  • A entrevista teria que sair inteira. O homem falou dez minutos, ficou muito longo.
  • Agora a RIC tenta negociar com ele pra ver se ele libera a entrevista editada.
  • O BEC perdeu todas as partidas até aqui, sendo que as últimas foram 8×0, 8×1 e 9×0.
  • Imagina as exigências do presidente se tivesse ganho ao menos duas partidas…
  • Carlão começou o dia recebendo a reginela e principesas da Festitália, que rola entre os dias 10 e 19, na Vila Germânica.
  • A festa tem melhorado muito nos últimos anos, com a profissionalização de várias coisas.
  • São mais de 40 tipos de comidas.
  • Na área de bebidas são pelo menos dez opções em cervejas italianas, o que se traduz em excelente opção pra quem prefere uma alternativa ao tradicional vinho.
  • Darei uma passadinha lá na semana que vem, visto que neste final de semana estarei na Festa da Polenta em Rio do Oeste.
  • Aliás, de acordo com alguns historiadores, a magnífica Festa da Polenta, que existe desde 1987, provavelmente serviu de inspiração e exemplo para a Festitália, que começou em 1992, comprovando a influência cultural de Rio do Oeste também no Médio Vale.

  • Meu velho amigo Tullo Cavallazzi passou no meu escritório pra tomar um café hoje.
  • Tullão é meu ídolo máximo da advocacia (minha ídola máxima na advocacia é a minha mulher).
  • Ele é presidente da OAB/SC e andou fazendo algumas coisas bacaninhas, como garantir um período de férias no final do ano pros advogados, baixar o valor da anuidade draconiana e cobrar os R$ 100 milhões que o Governo do Estado devia pros advogados dativos há maios de 20 anos.
  • Tullo é um sujeito de sorte. Chegou bem na hora de provar uma torta enviada de brinde pela confeitaria Torten Paradies, de Pomerode.
  • Tullão gostou tanto que vai inserir cucas e tortas da região de Blumenau no cardápio obrigatório da OAB.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

  • Não sei como estarão as coisas daqui a um ano, mas não é difícil imaginar notícias sobre a fase 506 da #Lavajato 11 hours ago
  • Estreia da #Xuxa na Record adiada pela 2a vez. Fé, povo. Nem tudo está perdido. 1 day ago
  • Quando trabalhava na marcenaria do meu pai, se eu fosse falar de inovação pra ele, ele me dava um #startup na orelha. 5 days ago
  • Por que #Maluf era melhor que o PT? Porque Maluf #roubamasfaz. O #PT rouba e não faz 5 days ago
  • Cuba inaugura embaixada nos EUA. É o capitalismo salvando mais um comunista falido. 1 week ago

Comentários

Ricardo em Mamadinhas
Ingrid em Mamadinhas
Jean em Mamadinhas
Ricardo em Napoleão, o visitador
JJ em Foi dada a largada

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 212 outros seguidores

Agendoca

julho 2015
S T Q Q S S D
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema; Blog with coments about cine; Blog con críticas de películas

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 212 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: