You are currently browsing the tag archive for the ‘Ramiro’ tag.

  • A estonteante @solbrasill e eu estamos levando a sério nossas partidas de tênis.
  • Muito a sério.
  • Sol, inclusive, tem alterado a rotina diária em função disso.
  • Passou a adotar hábitos mais saudáveis.
  • Mesmo à noite, tem ingerido líquidos como forma de se manter hidratada.
  • A foto abaixo mostra a extrema seriedade com que a Sol vem encarando essa nova fase da vida:

@solbrasill: ingestão constante de líquidos (foto da @gisabianchi)

  • Durou pouco mais de meia hora minha partida de tênis com a Sol Brasil no Ramiro.
  • Choveu logo depois do começo do jogo.
  • A partida foi uma lástima.
  • Não anotei o placar.
  • O ponto positivo ficou pelos chopes que a Sol pagou pra mim depois do jogo.
  • A Sol é uma mulher moderna, dinâmica, emancipada. Faz questão de pagar a conta.
  • Espero que ela continue cada vez mais moderna, dinâmica e emancipada.
  • Tomar chope no bar da Bierland, no Ramiro, em dias de chuva, tem suas vantagens: como não  fica ninguém andando na pista, os marrecos da lagoa vêm bem pra perto da gente.
  • Ficamos de jogar de novo qualquer hora dessas.
  • As fotos do embate foram feitas pelo @jaimeblumenau, nosso paparazzi oficial.
  • Fiquei de dar umas aulinhas pra ele.
  • Jaimão ainda não me pagou nenhum chope.

Momento de concentração pro alongamento. Não sei do que ela achou graça.

Depois do jogo, a Sol pagou um chopinho. Aliás, foram vários, já que sempre é bom se hidratar após a prática do esporte

 

Fico impressionado com a limpeza e a conservação do Ramiro. Mesmo com milhares de pessoas passando por lá todos os finais de semana, as flores não são pisoteadas, os canteiros estão sempre floridos.

A quantidade de lixo espalhado é pouca, em relação ao também reduzido número de lixeiras. Alguns poucos itens estão quebrados.

A administração põe a culpa de tudo nos vândalos. Mas os tais vândalos devem ter algum código de ética que limitam em 50% o volume de mesas a serem quebradas, já que uma delas teve o tampo rachado e uma outra, ao lado, permanece intacta. O tampo quebrado está daquele jeito há mais de 200 anos. Uma reposição simples, que a gestão do parque não providencia.

O tal código de ética também deve impedir os vândalos de pisar nas flores e quebrar os brinquedos das crianças, já que estão todos em perfeita ordem.

Pelo menos em alguns casos, quando se trata de manutenção de espaços públicos, parece que o vandalismo é mais oficial do que resultante da ação daquela meia dúzia de sempre. Às vezes, culpar vândalos é uma excelente forma de acobertar a própria falta de iniciativa.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Twitter

  • Padre João Bachmann não leva jeito pra ser bispo ow.ly/DyNhP 1 day ago
  • Sarneyzão votou no Aécio. Eu daria U$ 1 milhão pra ver o voto do Raimundão ow.ly/DyJXV 1 day ago
  • Não vai ter Planeta Atlântida em Florianópolis em 2015. O @cvalente Valente vai ter que se contentar com a Feijoada do Cacau. 1 day ago
  • Mapa diferente mostra representação interessante da distribuição dos votos ow.ly/i/7nEoA 2 days ago
  • Mais uma pro Livro de Piadas do Vanderlei: "Agora sim, fala o vereador Cézar Cim". 2 days ago

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 192 outros seguidores

Agendoca

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Blog de Carlos Tonet

Jornalista e marceneiro

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema; Blog with coments about cine; Blog con críticas de películas

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 192 outros seguidores