• Manhã de 10 de setembro de 2011, águas da enchente baixando em Blumenau.
  • Eu e minha mulher, Albaneza, saímos a pé pela rua João Pessoa rumo à minha empresa, o Noticenter.
  • No caminho encontramos a figuraça ao lado.
  • Albaneza, que já foi repórter do Jornal de Santa Catarina, fez uma pequena entrevista com o sujeito.
  • O homem adotou um porco como “meu símbolo”.
  • É uma respostas aos seus críticos, já que não costuma tomar banho.
  • Ele mora na rua Mariana Bronemann. A casa pegou fogo na enchente de 2008. Agora encheu de água. A casa era da mãe dele.
  • Nosso amigo mencionou algo como “uma escada para o céu”, cujo significado não conseguimos entender.
  • Apesar do porco, o homem é vascaíno “Vasco é Vasco, o resto é fiasco”, mas demonstra certa simpatia pelo Palmeiras: “Mesmo assim,verdinho é verdinho”.
  • Nosso amigo não se fez de rogado. Improvisou uma cama na própria rua João Pessoa, que fica na esquina e dormiu lá.
  • Confira o vídeo:
.
  • Alguns passos depois, encontramos o lugar onde ele estava dormindo: